O Convite de Lord Ashton

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 6:06 pm

O CONVITE DE LORD ASHTON


Riverwood - Algum lugar do interior da europa oriental...
23/12/1999


O Convite de Lord Ashton 1ow4de6e3kainof5zphutbub8


Não se sabe quem colocou o nome naquela região de Riverwood, afinal ali é uma região da Alemanha oriental onde não se fala inglês. Talvez seja por causa do rio que corta o vale e as árvores da floresta que cobrem as montanhas em volta do pequeno vilarejo de menos de 2mil habitantes. O castelo, um decadente ponto turístico na região que recebe pouco mais que dez mil visitantes ao ano fica a poucas centenas de metros fora do vilarejo, símbolo de poder e glória, que serviu de abrigo e proteção durante invasões bárbaras na baixa idade média, agora há muito por todos esquecido...


Última edição por Rian em Qua Fev 13, 2019 8:35 pm, editado 1 vez(es)

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 6:47 pm

Amino Ank Toczek; PdS.: 12/13; FdV: 08/08; Vitalidade: ok



Após não encontrar nenhum sinal de Anka em Denver, Amino recebe um curioso convite para um jantar do outro lado do Oceano Atlântico. Quem diabos seria esse tal de Lord Ashton? Soava como alguém poderoso, coincidentemente em meio ao sumiço de sua irmã. Aquilo era no mínimo muito estranho. Para Amino não haveria outra explicação. Esse tal Lord Ashton deveria estar envolvido no sumiço de Anka. Certamente o convite era para tratar as cláusulas do resgate?!
Com certeza esta foi a primeira coisa que passou na cabeça do vampiro. E com certeza ele tiraria esta historinha de jantar mal contada a limpo!

Chegar até Riverwood foi uma saga. O vôo seguiu até Berlim. Mas de lá para frente o vampiro teve que enfrentar viagens noturnas em um carro locado, dormindo em hotéis e pensões de quinta categoria às margens da estrada e em cidades pequenas no interior inóspito da Alemanha. O vampiro comemorava por não ter tido nenhum contratempo até chegar em Riverwood. Por sorte ele dormira em um hotel perto dali e bastou 30 minutos de carro até estar frente a frente com o imponente castelo.

Por onde ele passou, até chegar ao portão do castelo, as pessoas olharam com desconfiança para o carro do vampiro. Em um vilarejo pequeno todo mundo sabe quando um carro forasteiro adentra as ruas da pequena Riverwood. Uma neblina pairava sobre a cidade, delimitando o campo de visão. O vento seco uivava e anunciava a chegada do inverno que viria em breve. Através da neblina era possível ver apenas as sombras dos picos que se extendiam sobre os montes naquele terreno acidentado.

O vampiro caminhava do portão até a porta do castelo, que dava cerca de 300metros. O caminho era calçado de pedra, com baixas muretas do lado ornados em plantas que davam rosas de cor azul e o caule espinhoso pelo caminho todo formando uma espécie de cerca viva. O caminho terminava em um grande chafariz em forma de círculo. Na parte inferior do chafariz havia esculturas de criaturas monstruosas, três no total. Na parte de cima havia a escultura de um anjo que parecia exercer algum tipo de domínio sobre os demônios embaixo de seus pés.
A porta do castelo era larga, tinha cerca de 3m. Na porta havia apenas um homem, calvo, na casa dos 50 e poucos anos, bem vestido, com esmoque branco. Ele apenas dizia:

- Seja bem vindo à nossa casa, senhor. Fique à vontade!

Ele não dizia mais nada, por mais que Amino tentasse aparentemente a função dele era apenas ficar ali plantado de pé recebendo os convidados.
Após cruzar a porta Amino estava em um grande salão. O piso em xadrez, iluminado com velas. O som de uma vitrola antiga tocava uma música clássica e ali no salão havia aproximadamente umas dez pessoas.


Última edição por Rian em Ter Fev 12, 2019 7:42 pm, editado 1 vez(es)

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 7:39 pm

Baruch King, O anjo caído; PS: 07/15; Força de vontade: 7/7; Vitalidade: ok




Após o ocorrido em Denver, Baruch se concentrara com sua mentora nos trabalhos da santa inquisição em cortar da própria carne do Sabbath. Cainitas que eram o cancer da grande causa da liberdade, maculados pela marca do demônio, mero peões que cegavam o fio da Espada. Esse era o trabalho de Baruch, ir até os confins da terra despachar bandos de infernalistas para o colo do capeta que eles tanto adoravam.

Pistas chegavam a todo momento às mãos de Anne e Baruch que algo incerto e duvidoso estava ocorrendo nas proximidades de Marburg, Alemanha. Uma carta interceptada pela inquisição do Sabbá, vinda da Alemanha e direcionada ao Vaticano, dava conta de ocorrências de possessões demoníacas em uma região que estava dentro da área suspeita que a inquisição investigava. Coincidentemente Baruch recebia um convite, dias depois, de um tal Lord Ashton, que residia no distrito de Riverwood, que ficava muito próximo à região montanhosa de Marburg. Curiosamente Anne não havia recebido o suspeito convite. No entanto tanto ela quanto Baruch suspeitavam que o caso merecia atenção e o Lassombra embarca para o local. Anne não iria, uma vez que não recebeu o convite.

Chegar até Riverwood foi uma saga. O vôo seguiu até Berlim. Mas de lá para frente o vampiro teve que enfrentar viagens noturnas em um carro locado, dormindo em hotéis e pensões de quinta categoria às margens da estrada e em cidades pequenas no interior inóspito da Alemanha. O vampiro comemorava por não ter tido nenhum contratempo até chegar em Riverwood. Por sorte ele dormira em um hotel perto dali e bastou 30 minutos de carro até estar frente a frente com o imponente castelo.

Por onde ele passou, até chegar ao portão do castelo, as pessoas olharam com desconfiança para o carro do vampiro. Em um vilarejo pequeno todo mundo sabe quando um carro forasteiro adentra as ruas da pequena Riverwood. Uma neblina pairava sobre a cidade, delimitando o campo de visão. O vento seco uivava e anunciava a chegada do inverno que viria em breve. Através da neblina era possível ver apenas as sombras dos picos que se extendiam sobre os montes naquele terreno acidentado.

O vampiro caminhava do portão até a porta do castelo, que dava cerca de 300metros. O caminho era calçado de pedra, com baixas muretas do lado ornados em plantas que davam rosas de cor azul e o caule espinhoso pelo caminho todo formando uma espécie de cerca viva. O caminho terminava em um grande chafariz em forma de círculo. Na parte inferior do chafariz havia esculturas de criaturas monstruosas, três no total. Na parte de cima havia a escultura de um anjo que parecia exercer algum tipo de domínio sobre os demônios embaixo de seus pés.
Claro que.... aquilo era o que uma pessoa comum enxergaria. Mas aquela escultura não enganava os olhos e o conhecimento do profano do inquisidor. Após refletir um pouco Baruch tinha uma leve desconfiança de que o anjo naquele chafariz era, na verdade, Lúcifer, o anjo caído. E ele estava não lutando, mas sim guiando os três demônios abaixo dele. Com uma análise mais detalhada de cada uma das esculturas demoníacas Baruch tinha um palpite: Aqueles seriam Mephisto, Baal e Diablo. Os três grandes e temidos irmãos que derrotaram os exércitos da luz e reinaram no paraíso.

A porta do castelo era larga, tinha cerca de 3m. Na porta havia apenas um homem, calvo, na casa dos 50 e poucos anos, bem vestido, com esmoque branco. Ele apenas dizia:
- Seja bem vindo à nossa casa, senhor. Fique à vontade!

Ele não dizia mais nada, por mais que Baruch tentasse aparentemente a função dele era apenas ficar ali plantado de pé recebendo os convidados.
Após cruzar a porta Amino estava em um grande salão. O piso em xadrez, iluminado com velas. O som de uma vitrola antiga tocava uma música clássica e ali no salão havia aproximadamente umas dez pessoas.

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por satan666jsg em Qua Fev 13, 2019 10:06 pm

Amino, parecia incomodado com a situação, forçada, enrrijecida, travada,... Anacrônica, chegou ele a uma conclusão, chegou ele após um deleite literário.
Ele vai em direção a música, encontrando alguém ele se apresenta em russo, e inglês, fazendo uso da pouca etiqueta, que a literatura, lhe ofereceu.
Ele procura entre os convidados, sinais de sobrenaturalidade, (auspícios 2)
Ao se apresentar, ele pergunta a respeito da situação das pessoas que também receberam o convite.(empatia)

satan666jsg

Data de inscrição : 15/01/2011
Localização : Belo Horizonte MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Ter Fev 19, 2019 10:57 am

Amino Ank Toczek; PdS.: 12/13; FdV: 08/08; Vitalidade: ok

O Tzmisce se sentia refém da situação. Enquanto a música ecoava pelo salão e alguns grupinhos de pessoas conversavam em voz baixa, o cainita caminhava procurando encontrar alguém com quem ele pudesse conversar. Enquanto isso ele invocava o dom do Auspícius, vendo através do plano físico a marca sobrenatural que cada pessoa trazia, a sua aura. O vampiro tinha sucesso no uso da sua disciplina, talvez porque estava descansado e em um momento que não sofria pressão. No entanto ele conseguia distinguir apenas o básico, se entre os que estavam ali havia algum vampiro. Para a sua surpresa, quando as cores das auras de todos os presentes se revelavam... todas elas eram acinzentadas. Não havia um único mortal naquele salão. Então era como se finalmente o vampiro começasse a perceber outros detalhes que haviam passado batido. Alguns usavam casacos, roupas e apetrechos inclusive do século passado. O olhar de predador estava estampado no rosto de todos. Um deles tinha pupila afilada igual a de um gato e sua mão esquerda estava coberta por uma luva velha de couro. Mas, entre todos ali ninguém mais chamava atenção do que uma mulher. Uma linda vampira, na verdade. Cabelos lisos, olhos claros, possuidora de uma beleza inigualável. Amino não se lembrava de ter visto uma mulher tão bela nos últimos 10 anos. Apesar de sua aura acinzentada, ela não era pálida e gélida como os outros vampiros e degustava uma maçã. Mas que diabos seria aquela mulher?

O Convite de Lord Ashton Sem_tz10

Ele decide falar com ela se apresentando em russo e em inglês. Ao ouvir o russo, ela ficava estática e apática, sem entender o que Amino havia dito. Mas logo que o vampiro se apresenta em inglês, ela corresponde:
- Ah, prazer! Meu nome é Magnólia! Sim, eu recebi o convite, senão não estaria aqui. Acho que todos aqui receberam o convite... O anfitrião ainda não apareceu, estranho não é mesmo?

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Sex Fev 22, 2019 4:16 pm

Tommy Vercetti; Pds: 12/13; FdV: 06/06; Vit.: Ok


Chegar até Riverwood foi uma saga. O vôo seguiu até Berlim. Mas de lá para frente o vampiro teve que enfrentar viagens noturnas em um carro locado, dormindo em hotéis e pensões de quinta categoria às margens da estrada e em cidades pequenas no interior inóspito da Alemanha. O vampiro comemorava por não ter tido nenhum contratempo até chegar em Riverwood. Por sorte ele dormira em um hotel perto dali e bastou 30 minutos de carro até estar frente a frente com o imponente castelo.

Por onde ele passou, até chegar ao portão do castelo, as pessoas olharam com desconfiança para o carro do vampiro. Em um vilarejo pequeno todo mundo sabe quando um carro forasteiro adentra as ruas da pequena Riverwood. Uma neblina pairava sobre a cidade, delimitando o campo de visão. O vento seco uivava e anunciava a chegada do inverno que viria em breve. Através da neblina era possível ver apenas as sombras dos picos que se estendiam sobre os montes naquele terreno acidentado.

O vampiro caminhava do portão até a porta do castelo, que dava cerca de 300metros. O caminho era calçado de pedra, com baixas muretas do lado ornados em plantas que davam rosas de cor azul e o caule espinhoso pelo caminho todo formando uma espécie de cerca viva. O caminho terminava em um grande chafariz em forma de círculo. Na parte inferior do chafariz havia esculturas de criaturas monstruosas, três no total. Na parte de cima havia a escultura de um anjo que parecia exercer algum tipo de domínio sobre os demônios embaixo de seus pés.

Um corvo preto pousava sobre o ponto mais alto da fonte e soltava um piado enquanto o vampiro entrava no castelo.
A porta do castelo era larga, tinha cerca de 3m. Na porta havia apenas um homem, calvo, na casa dos 50 e poucos anos, bem vestido, com esmoque branco. Ele apenas dizia:

- Seja bem vindo à nossa casa, senhor. Fique à vontade!

Ele não dizia mais nada, aparentemente a função dele era apenas ficar ali plantado de pé recebendo os convidados.
Após cruzar a porta o Giovanni estava em um grande salão, iluminado por um candelabro com velas pela metade... O piso em xadrez, móveis antigos, algumas obras de arte surreal e góticas nas paredes... Algumas relacionadas com o nascimento, vida, morte e ressurreição de cristo. O som de uma vitrola antiga tocava uma música clássica e ali no salão havia aproximadamente umas quinze pessoas, no máximo.

Aparentemente Tommy era o último convidado, pois alguém fechava a porta do castelo pelo lado de fora. Mas, segundos antes da porta fechar, Tommy via um corvo negro pousando no ponto mais alto da fonte, que soltava um piado. O pouso, o corvo, a duração e até o tom pareciam ser o mesmo do anterior. Na verdade Tommy até se sentia um pouco confuso e ficava sem saber se o primeiro tinha sido um dejávu, se foram duas ações diferentes... algumas dessas coisas bem estranhas que raras vezes acontecem com a gente e não sabemos explicar o que é. Seu olhar para o lado de fora é quebrado por uma voz familiar.
- Senhor Vercetti? O que está fazendo aqui? Não me diga que também foi.... convidado?
Era Magnólia! E parecia bastante surpresa com a aparição do Giovanni. Ela estava conversando com um outro indivíduo, sujeito bastante feio por sinal.
A Toreador dava dois passos aproximando-se de Tommy, curiosa.

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Sab Fev 23, 2019 6:00 pm

Tommy seguia de avião para Berlim enquanto pensava em suas ações passadas e suas consequências no futuro. Ele havia se cansado da forma como a família o tratava e abandonou um serviço dado a ele. É muito provável que isso despertasse a ira dos necromantes, mas Tommy ainda comandava os negócios de Miami e isso rendia grandes lucros para a família. Excluí-lo seria perder esta renda.

      Ao voltar de Los Angeles, o bastardo recebia uma carta enigmática de um vampiro desconhecido. As intenções não eram especificadas, mas o Giovanni sabia que seria importante fazer novos aliados agora que havia deixado a família na mão.

      Novamente ele embarca em um voo com seus carniçais, Harry (seu motorista particular), MJ (seu segurança) e Mercedez (rebanho). O voo até Berlim foi tranquilo, a pior parte foi descobrir o buraco onde aquele vampiro se escondia. Tommy e seus carniçais tiveram de se hospedar em hotéis de quinta categoria até chegarem em Riverwood. Como o convite era exclusivo para ele, Tommy deixava MJ e Mercedez no hotel, enquanto seu motorista o levava até o castelo em um carro alugado.






      O local parecia pouco povoado, e os poucos residentes locais olhavam com desconfiança para ele e seu carro. A névoa que cobria a cidade passava uma atmosfera de mistério que prolongava ainda mais a curiosidade do imortal sobre esse tal de Lord Ashton e seu interesse nele.

      Finalmente eles chegavam ao grande e opulento castelo. Uma obra prima do velho leste europeu que se mantinha de pé. O castelo tinha tudo que se podia esperar, desde uma cerca viva de espinhos, um chafariz com criaturas angelicais de demoníacas. Um corvo negro pousava na fonte enquanto Tommy saía do carro.

- Espere aqui Harry, e seja paciente!

      Na grande porta, um homem careca de meia idade em um smoking branco esperava pelo convidado.

- Seja bem vindo à nossa casa, senhor. Fique à vontade!

- Encantado! - Dizia o Giovanni acenando com a cabeça.


      Ele adentrava um magnífico salão, de piso xadrez, iluminado de forma rústica e elegante. Á sua volta, muitas obras retratando a vida de cristo. Tommy não era um homem religioso, mas sua criação em uma família católica o permitia reconhecer isso. Além disso, a música clássica tocada lhe era de certa forma familiar, e lhe transmitia uma nostalgia de sua antiga vida mortal que não sentia há décadas.






      Um estranho dejávu parecia tomar conta do vampiro, quando um som o fazia olhar para trás e ver o corpo pousando novamente na fonte e piando. Então a porta se fechava. Aparentemente ele era o último convidado. Além dele haviam cerca de mais quinze pessoas ali. Ele procurava ver se reconhecia alguém, quando uma voz estranhamente familiar o chamava.

- Senhor Vercetti? O que está fazendo aqui? Não me diga que também foi.... convidado?

      Ele se virava sem deixar de demonstrar uma agradável surpresa pela presença da conhecida.

- Magnólia? Você também? É um prazer encontrá-la aqui!- Ele percebe que ela parecia estar conversando com outro indivíduo antes dele. - Vejo que já está se enturmando, você conhece Lord Ashton? Faz ideia do porquê tenha nos convidado?

      Aquilo era muito estranho, como ele teria selecionado os convidados? Vampiros importantes de Miami? Não, além de Magnólia ele parecia não reconhecer mais ninguém dali. Teria sido a própria Toreador a responsável por seu convite? Por seu tom de surpresa parecia que não, o que indicava uma grande coincidência cósmica. Seja como for, ele já não se sentia um peixe fora d'água no ambiente, e isso era de certa forma confortante, embora ele evitasse demonstrar isso abertamente. Apesar de ser um membro, vinha há algum tempo flertando com a bela e ambiciosa vampira e ele sabia que uma postura auto-suficiente era muito importante em relações como esta.

OFF: Tommy veste um terno cinza italiano feito sob medida, uma calça da mesma cor, sapatos negros impecavelmente lustrados, cabelos "lambidos" para trás (no maios estilo gângster) e um relógio de ouro no pulso.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por satan666jsg em Sab Fev 23, 2019 7:23 pm

Amino ao notar a intimidade, o recém chegado e Magnolia , o tzimice, deixa escapar "-um eles se conhecem, -será que o nosso anfitrião busca um novo Adão", ele diz isso olhando fixamente para a maçã.
Ele continua com: "- Vocês São da América? Falo, pela língua..."
Após uma pausa
"- Nós estamos em que ano mesmo?(Parecendo meio desajeitado)"

satan666jsg

Data de inscrição : 15/01/2011
Localização : Belo Horizonte MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Seg Fev 25, 2019 10:47 am

Tommy Vercetti e Amino Tockzek


O lugar estranho e rústico, o convite inesperado e misterioso. Em seu terno cinza o mafioso encontrava na bela Magnólia um pouco de conforto naquela situação desconfortável. E que conforto! Talvez Tommy ainda não podia afirmar se era a beleza, a ambição ou a sagacidade, mas aquela mulher estava cada vez mais mexendo com a cabeça do vampiro.
Tommy: - Vejo que já está se enturmando, você conhece Lord Ashton? Faz ideia do porquê tenha nos convidado?
- Ah, então... Respondia ela um pouco embaraçada. – Ainda não tive tempo de me enturmar, acabei de chegar. Este homem havia me cumprimentado quando vi o senhor entrando. Após uma pausa ela prosseguia. De fato não conheço esse tal Lord Ashton. Parece que ninguém aqui o conhece e todos são estranhos. E o mais estranho disso tudo é que só eu e o senhor que já nos conhecíamos.

--
Amino, por sua vez via que a bela vampira já era conhecida do sujeito com um terno cinza italiano, feito sob medida e que usava o cabelo lambido para trás. Ele também deixava um relógio de ouro bem à mostra no pulso.
Amino: -um eles se conhecem... - Vocês São da América? Falo, pela língua...
- Sim, respondia a vampira. Somos de Miami... senhor... Qual o nome do senhor mesmo? Acho que não tivemos tempo de nos apresentar.
Amino - Nós estamos em que ano mesmo?
A vampira olhava para o homem do terno cinza um pouco desajeitada, talvez esperando que ele comentasse algo. No entanto logo ela respondia:
- 1999...


OFF: Fiquem a vontade para interagir ou não interagir, nada precisa ser forçado. Se o segundo responder até dentro de 24horas após o primeiro eu faço um post único, caso contrário a história seguirá por posts separados.

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Seg Fev 25, 2019 1:49 pm

Mag: - Ah, então... Respondia ela um pouco embaraçada. – Ainda não tive tempo de me enturmar, acabei de chegar. Este homem havia me cumprimentado quando vi o senhor entrando. Após uma pausa ela prosseguia. De fato não conheço esse tal Lord Ashton. Parece que ninguém aqui o conhece e todos são estranhos. E o mais estranho disso tudo é que só eu e o senhor que já nos conhecíamos.

      Realmente, muito estranho...

      O sujeito que Tommy havia ignorado até então interage:

Amino: - Vocês São da América? Falo, pela língua...

      Magnólia respondia antes de Tommy:

Mag: - Sim, respondia a vampira. Somos de Miami... senhor... Qual o nome do senhor mesmo? Acho que não tivemos tempo de nos apresentar.

      Assim que ele se apresenta, Tommy também o faz:

- Tommy Vercetti - dizia, estendendo a mão - E quanto a você, vem de onde exatamente?

      Em dado momento da conversa, o estranho vampiro perguntava em que ano eles estavam... Tommy olha para Mag para saber se isso se tratava de alguma piada. Ela também parecia surpresa e retribui o olhar, então apenas responde: "1999...".

      É... ao que tudo indicava, não era uma piada. O sujeito parecia um tanto quanto inepto socialmente, como um vampiro que acordou recentemente de um torpor milenar, ou que passa muito tempo confinado em uma biblioteca sem ter contato direto com outros seres pensantes. Curioso.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por satan666jsg em Seg Fev 25, 2019 10:32 pm

Amino (não sei em que ano estamos, off-rolle, Amino viajou no tempo?) sem saber muito bem a realidade que o cerca, responde a própria pergunta:"- Eu estava em (e diz o ano, julgando-os contemporâneos), sou de New York, meu nome é Amino Ank Toczsek, prazer em conhecer." Diz isso envolvendo a mão em um lenço, e comprimentando o Giovani ( isso se o senhor Ank, ex-revenante, conseguir descobrir se o terno o relógio, e a entonação são de um Giovani.)
Toczsek acrescenta, -De onde mesmo vem essa música?"

satan666jsg

Data de inscrição : 15/01/2011
Localização : Belo Horizonte MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Seg Fev 25, 2019 10:55 pm

Amino e Tommy


Os vampiros se apresentavam. Amino e Tomy se cumprimentavam. Já sabiam os nomes e de onde cada um vinha. Amino não podia distinguir de que clã poderia pertencer aquele homem apenas pelas roupas que ele usava. Ele apenas supunha que também era um vampiro, como todos ali.
Magnólia comentava com Amino: - Ah que interessante, eu estive em Nova Iorque por um tempo, e depois que fui para Miami... Quais são seus negócios em Nova Iorque?

Os três vampiros formavam um pequeno círculo, como se fosse uma panelinha de estudantes conversando na hora do intervalo das aulas no corredor de uma faculdade. Havia vários outros pequenos círculos formados pelos outros vampiros ali de acordo com suas afinidades. Uns com mais outros com menos vampiros. Havia alguns sujeitos também que estavam sozinhos e calados, não interagiam com ninguém.

Perto deles, havia também um sujeito que observava a todos no salão, e não falava com ninguém, certamente não conseguira enturmar com ninguém. Estatura média, magro, físico em forma, cabelos castanhos. No entanto havia algo em sua cintura, por dentro das calças extremamente desproporcional, um volume corporal corporal acima das nádegas que não deveria estar ali. Usava botinas, roupas baratas, nenhum objeto ou adereço de valor, bem diferente dos três vampiros, podres ricos. Qualquer leigo que olhasse para Magnólia, Amino e Tomy saberia que eles eram podres de ricos.

- Eu fico me perguntando... quem será esse tal Lord Ashton? Entrei em contato com uma conhecida harpia do clã Toreador de Nova Iorque e ela me disse que esse nome seria de um vampiro muito antigo mas que foi destruído há séculos. Então meu palpite é que na verdade Lord Ashton seja um pseudônimo.... o que vocês acham, rapazes? Indagava a vampira, curiosa.

OFF: Amino, como eu te disse, essa questão de data não é importante cronologicamente. Faça de conta que a crônica que você jogou antes foi antes de 1999.

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Ter Fev 26, 2019 2:44 pm

MAG: - Ah que interessante, eu estive em Nova Iorque por um tempo, e depois que fui para Miami... Quais são seus negócios em Nova Iorque?

      Tommy escutava a resposta de Amino, enquanto olhava à sua volta de forma aparentemente despreocupada, mas à espreita de qualquer detalhe que lhe pareça importante.

      Ali haviam outros grupos como o deles, além de indivíduos solitários. Um especial chama sua atenção. Sozinho em um canto, com roupas comuns, observando a todos, mas o que realmente chamava atenção era um volume anormal próximo à região de sua cintura, por debaixo das roupas.

Mag: - Eu fico me perguntando... quem será esse tal Lord Ashton? Entrei em contato com uma conhecida harpia do clã Toreador de Nova Iorque e ela me disse que esse nome seria de um vampiro muito antigo mas que foi destruído há séculos. Então meu palpite é que na verdade Lord Ashton seja um pseudônimo.... o que vocês acham, rapazes?

- É possível que tenha fingido a própria morte final, que tenha entrado em torpor e acordado recentemente, ou que alguém tenha usurpado sua identidade e posses após destruí-lo. Não olhem agora, mas aquele sujeito me parece um tanto quanto estranho! - Dizia apontando para o homem solitário com o volume corporal anormal acima das nádegas.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Qua Fev 27, 2019 1:55 pm

Tommy Vercetti


É possível que tenha fingido a própria morte final, que tenha entrado em torpor e acordado recentemente, ou que alguém tenha usurpado sua identidade e posses após destruí-lo. Não olhem agora, mas aquele sujeito me parece um tanto quanto estranho!

O Assunto do homem interrompia a conversa sobre o anfitrião. Após uma brecha a vampira observava rapidamente o indivíduo citado por Tomy.
- Parece que ele esconde algo dentro da roupa... comentava ela.

Eis então que uma porta dupla se abria no salão. O mesmo sujeito que havia feito a recepção anunciava:
- Senhores, o jantar será servido agora. Por favor, queiram me acompanhar.

Os pequenos grupos de vampiros começavam a entrar primeiro, seguidos pelos vampiros solitários. Um deles chamava atenção por ser bastante feio, talvez um nosferatu ou um tzmisce... talvez por isso não conseguira se misturar. Ou apenas não quisera se misturar. Logo restava apenas o grupo de Tommy e Amino no salão principal.

Magnólia fitava Tommy e comentava. - Acho que finalmente iremos conhecê-lo...


OFF: Supondo que você tenha entrado.
--
A sala de jantar era enorme e realmente comportava muitas pessoas. O ambiente era retangular, com vários metros de comprimento. O mesmo piso xadrez, um papel de parede antigo, um relógio enorme, de madeira marcava as horas. Eram exatamente 21h. Havia-se passado 3h desde o por do sol. Uma mesa posta no centro da sala de jantar comportava cerca de 30 pessoas, o Giovanni poderia supor facilmente. Em cima da mesa, de madeira, havia mais de 20 humanos, de todos os tipos físicos, sexo, idade, cor. Entre eles havia até um sujeito judeu e uma mulher usando burca. Era o único humano completamente vestido. Os demais estavam nus ou semi nus. Os humanos estavam apáticos, como se estivessem afetados por um profundo transe. Os vampiros poderiam alimentar-se à vontade. Na ponta final da mesa havia uma cadeira com alguém de pé por trás dela, provavelmente esperando que todos se sentassem para que ele também pudesse fazê-lo. A sombra de um dos pilares cobria o corpo do sujeito. Era possível ver apenas um esboço de um homem. Sua face só seria revelada depois que ele sentasse, pois a cadeira recebia luz normalmente.

Sala de Jantar:

O Convite de Lord Ashton Sala_310

O Convite de Lord Ashton Sala_210

O Convite de Lord Ashton Sala_110

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Qua Fev 27, 2019 8:01 pm

Mag: - Parece que ele esconde algo dentro da roupa...

      Neste momento, uma porta dupla se abria no salão, e o careca que os havia recepcionado agora dizia que o jantar estava servido e os guiava para dentro. Finalmente eles iriam conhecer o misterioso anfitrião da festa.

      Em uma grande sala retangular, com piso xadrez como a anterior, uma enorme mesa larga com capacidade para cerca de trinta pessoas estava servida com vinte mortais prontos para o abate.

OFF: Apenas para imaginar melhor a cena, como estão os mortais? De pé sobre a mesa? Deitados nela? sentados?

      O gado estava em uma espécie de transe. Quase todos nus ou semi-nus, exceto uma mulher usando burca. No final da mesa, um homem de pé, cujo rosto parecia semi-escondido pela sombra de um pilar (muito provavelmente o próprio Lord Ashton).

      Quando era dada a deixa de que podiam se alimentar, Tommy procurava a mulher mais atraente que pudesse escolher, aproximava-se dela, cheirava seu cangote, passava a língua em sua jugular para senti-la pulsando, e finalmente cravava suas presas, enquanto segurava seu corpo de maneira firme, como um amante segurando a mulher em um beijo cinematográfico.

      Era uma pena que os Giovanni estivessem amaldiçoados a não transmitirem prazer em seu beijo, apenas a dor de ter a jugular perfurada por duas presas afiadas. Tommy procurava tocar na genitália da mulher com uma das mãos enquanto se alimentava (para que ela não sentisse apenas a dor do beijo Giovanni), enquanto com a outra a segurava pela nuca. Neste momento ele sugava apenas o necessário (3 pontos). Não é muito elegante ceifar a vida do gado de seu anfitrião.

      Ao terminar sua refeição, Tommy depositava delicada e cavalheirescamente a mulher deitada sobre a mesa e sentava-se, à espera de seja lá o que o anfitrião tivesse para dizer.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Qua Fev 27, 2019 9:07 pm

Tommy Vercetti


Ao entrar no salão Tommy procurava por seu prato. Os humanos estavam em sua maioria sentados sobre a mesa. O vampiro procurava uma mulher bonita, não foi difícil encontrar. Aparentemente o anfitrião havia pensado em todas as preferências e havia mais presas do que predadores. Alguns vampiros movimentavam-se como um vulto para chegar à sua presa, exibindo alguns níveis de rapidez antes de se alimentarem. Gritos e gemidos começavam a ecoar por todos os lados do salão. Algumas vítimas sentiam prazer, outras sentiam dor e gritavam, como era o caso da presa de Tomy. Ela estava apoiada sobre os quatro membros em cima da mesa, como um animal, totalmente nua e de frente para o vampiro, como um cachorrinho sentado sobre a mesa. Ela gemia de dor e o sangue quente escorria pela garganta do cainita. O sangue parecia dar vida novamente ao vampiro. Por um instante aquele corpo morto chegava o mais próximo que poderia de uma fagulha de vida que era trazida pelas células vivas no sangue daquela mulher. Ele precisava fazer força para se conter e não beber mais. Estava bom, gostoso, ele queria mais... Mas se privava daquele prazer.

Assim que termina e "volta à si", ele vê que alguns convidados, por outro lado, iam muito mais longe. Um deles, não satisfeito em apenas secar o corpo, começava a comer a carne viva do corpo de um garoto de 7 anos. Naquele exato instante suas presas estavam dilacerando os músculos da coxa, que já estava arrancada do corpo. Havia sangue sobre a mesa em alguns pontos e até um esguicho de sangue que escorria pela parede ao lado do relógio de madeira.

Eis então que Lord Ashton surgia e sentava-se em sua cadeira. Ele usava um terno branco, impecável, que cobria todo o seu corpo. Por cima do terno usava uma capa, na cor azul claro. Era a primeira vez que, desde transformado em vampiro, Tommy via uma cor tão parecida com o azul do céu que ele via em seus dias de humano. Uma barba bem aparada cobria o seu rosto e seus olhos eram parcialmente cobertos por seu cabelo, ligeiramente longo mas que não chegava a alcançar os ombros, penteado para trás do meio da cabeça para trás e caídos na frente do rosto e de lado do meio para frente. Um discreto sorriso marcava seu rosto, ele parecia satisfeito com a presença das visitas e parecia haver uma determinação forte em seus olhos. Após contemplar todos os presentes ele dizia:

- Obrigado cavalheiros...
E olhando para Magnólia e outras vampiras presentes... - E damas... por atenderem ao meu convite. Após pousar os olhos em cada um dos presentes ele continuava, com um tom sereno e sério. - Esta, será uma noite que ficará marcada em nossas memórias para sempre. Uma noite especial...

Ele olhava mais uma vez sobre os convidados e dizia: - Mas antes de tudo... gostaria de saber se alguém tem alguma pergunta...
O sujeito estranho que Tommy vira antes na outra sala ficava inquieto. Ele parecia querer talvez perguntar alguma coisa, mas de alguma forma não se sentia a vontade para fazer a sua pergunta.

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Qua Fev 27, 2019 10:27 pm



A posição da mulher nua o excitava. Não da forma que excitaria um mortal, mas da forma que um pedaço de carne crua e suculenta excita um cão faminto. Ele era o predador e ela a presa, ele o dominador e ela a submissa, aquela era a ideia que um vampiro tinha de prazer, eles eram predadores por natureza, e a humanidade seu rebanho.

A mulher solta um grito de dor quando ele a morde, e como esperava, o fato de massagear seu clitóris não ajudou muito. Porém, olhando à sua volta, ele se sentia um cavalheiro. A depravação e falta de humanidade de alguns presentes era palpável. A mesa estava suja de sangue que escorria para o chão. Vítimas gritando enquanto eram secas contra sua vontade, até mesmo um vampiro que não se contentando com o sangue de um menino, ainda o desmembrava e devorava sua carne tenra e jovem.

A pior parte de tudo isso era que a visão e cheiro do sangue inocente derramado na sala excitava Tommy. Talvez este seja o motivo dele ainda ter alguma aversão de atos depravados como aqueles. Eles eram um reflexo de Tommy, do que ele realmente era, mas escondia em uma fachada, fingindo que era diferente deles.

Por fim, todos se sentavam e o anfitrião se revelava, agradecia a todos por comparecerem e perguntava de alguém tinha alguma pergunta. Tommy tinha várias, mas não achava oportuno fazê-las agora, pelo menos não até que alguém fizesse alguma pergunta antes.

Os segundos se alongam, muitos presentes parecem nervosos, e Tommy decide quebrar o impasse. Ele se levantava, fazia uma reverência ao Lorde e lhe dirigia a palavra.

- Eu tenho! Se não for muita ousadia minha perguntar, gostaria de saber por que nos escolheu. Digo, acredito que nenhum de nós o conheça, mas você parece conhecer a todos nós. Que tipo de critérios usou para escolher seus convidados, e principalmente, por qual razão?! Me perdoe se me antecipei ou perguntei algo que não devia, mas acredito que todos aqui estejam pensando a mesma coisa!

Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Qui Fev 28, 2019 3:23 pm

Tommy Vercetti


- Eu tenho! Se não for muita ousadia minha perguntar, gostaria de saber por que nos escolheu. Digo, acredito que nenhum de nós o conheça, mas você parece conhecer a todos nós. Que tipo de critérios usou para escolher seus convidados, e principalmente, por qual razão?! Me perdoe se me antecipei ou perguntei algo que não devia, mas acredito que todos aqui estejam pensando a mesma coisa!

Um burburinho tomava conta da mesa de jantar. Aparentemente o Giovani falara por todos que estavam presentes. Ele foi o primeiro a fazer a pergunta que todos queriam fazer. Todos os olhos estavam voltados para Tomy durante a pergunta e depois dirigiam-se ao anfitrião ansiosos pela resposta.

Um sorriso soberbo surgia no rosto de Ashton antes de falar:
- Sim, é verdade. Conheço a cada um de vocês aqui. Os critérios que eu usei para escolhê-los é um segredo que por enquanto prefiro guardar apenas comigo mesmo. E a razão... Um sorriso maior se formava na face do homem. Não um sorriso de felicidade, mas um sorriso de prazer. -Creio que logo irão descobrir por si mesmos...

Eis então que um dos convidados começava a ter uma reação estranha. Repentinamente a vampira parecia sofrer de um mal súbito, como se tivesse tido um choque muscular. Ela começava a gemer e então olhava para Lord Ahston com um olhar de surpresa e ódio. Ela segurava uma bandeja que estava sobre a mesa com tamanha força que os dedos marcavam uma impressão no metal. Todos olhavam curiosos sem saber o que estava acontecendo. Lord Ashton esticava o tronco sem se levantar da cadeira como se quisesse ver a mulher de mais perto. Um sorriso sádico e um brilho nos olhos de felicidade e contemplação marcavam a face do anfitrião. Fumaça começava a sair pelos orifícios do corpo dela. Boca, nariz, ouvido... por fim começava  sair fumaça até pelos olhos e pela própria pele. Ela começava a gritar em dor.

O Convite de Lord Ashton Untitl10


Tommy começava  a sentir suas pálpebras pesadas, como se estivesse com muito sono. Os sons ficavam distante, seus dedos e pernas ficavam dormentes. As vozes ficavam distorcidas e a sua visão escurecia....

--

- Tommy! Tommy! Alguém chamava seu nome.... - Acorda! Ele sentia alguém tocando seu braço. Pouco a pouco seus sentidos voltavam. Ele demorava um pouco se lembrar de onde estava e o que fazia antes de dormir. Então ele via Magnólia descabelada, como se ela estivesse acabado de acordar. Sobre a mesa de jantar muitos vampiros ainda dormiam. A mulher que passara mal não estava mais ali. Quando o Giovani esticava um pouquinho mais a cabeça via apenas uma pequena pilha de cinzas sobe a cadeira que ela ocupava. Lord Ashton, não estava mais ali. Somente os convidados...

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Sex Mar 01, 2019 8:25 am

Tommy sentia os olhares de todos os presentes voltados para ele, mas também sentia que não estava fazendo nada mais que externar o que todos ali pensavam. Um sorriso brotava na face do anfitrião.

- Sim, é verdade. Conheço a cada um de vocês aqui. Os critérios que eu usei para escolhê-los é um segredo que por enquanto prefiro guardar apenas comigo mesmo. E a razão... Creio que logo irão descobrir por si mesmos...

      Tommy então olhava para os lados. Ninguém mais se manifestava, então voltava a sentar-se. Neste exato momento, algo estranho ocorria com uma convidada. Ela parecia estar sentindo-se mal, segurava com força a bandeja enquanto olhava para Ashton, que sorria de forma cruel enquanto o corpo dela parecia queimar. Enquanto a vampira gritava, Tommy sente suas pálpebras pesando e a visão ficando turva. Maldito Lord Ashton, o que você colocou no sangue que bebemos?...


***



      A voz feminina de Magnólia o acordava de seu sono. Quando o Giovanni abria os olhos, via-a despenteada, como se tivesse acabado de acordar. Os outros convidados ainda dormiam, exceto o sádico anfitrião e a vampira carbonizada.

      Tommy se levantava de um salto para ver melhor a situação (Ainda era noite? As portas e janelas estavam abertas?).

- Mag, o que aconteceu aqui? A última coisa que me lembro... é da convidada ardendo. Você também apagou?

      Quanta deselegância envenenar seus convidados, o que o lorde estaria planejando com eles? Assim que ouve alguma resposta de Magnólia, Tommy a pede para ajudar a despertar os demais convidados.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Sex Mar 01, 2019 9:30 am

Tommy Vercetti

- Mag, o que aconteceu aqui? A última coisa que me lembro... é da convidada ardendo. Você também apagou?

Com o raciocínio ainda lento Magnólia respondia: - Sim...
O enorme relógio da sala de jantar, praticamente do tamanho de um armário, desatava a tocar. 12 batidas de uma campainha. Os ponteiros marcavam exatamente meia noite. Tommy, preocupado com o quanto dormia, olhava pelas janelas e via que ainda era noite. Certamente o relógio marcava a hora certa. Os demais vampiros começavam a despertar com as batidas das horas. A maioria acordava se perguntando o que havia acontecido.

E agora?

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Sex Mar 01, 2019 1:38 pm



Magnólia parecia tão confusa quanto ele. Instintivamente, a primeira coisa que faz é olhar para as janelas, para ver se ainda era noite. O céu escuro confirmava isso, bem como o relógio da sala, que batia com a hora de seu relógio de pulso.

Além deles, os outros hóspedes também começavam a acordar, igualmente confusos.

- Alguém aqui tem ideia do que aconteceu?

Caso não hajam respostas conclusivas e a porta da sala estiver aberta, Tommy sai da sala de jantar, em direção à saída.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Sex Mar 01, 2019 2:01 pm

Tommy Vercetii

Tommy começava a procurar entender o que estava acontecendo ali. Seu primeiro passo era perguntar.

- Alguém aqui tem ideia do que aconteceu?

Um dos vampiros, também consternado e que havia acabado de acordar dizia olhando para pilha de cinzas que aquela mulher se tornara:
- Conversamos um pouco antes do jantar e ela comentou que tinha um "probleminha" com a prata. Não sei se tem a ver.... não sei se aquele tal Lord Ashton conseguira colocar prata no sangue de quem ela bebeu... isso é muito estranho.

Magnólia então comentava: - Isso faz sentido, se ele conhecia cada um de nós aqui... Talvez ele tenha feito isso deliberadamente, de propósito mesmo...

Outro vampiro, sujeito grande e forte, cara de poucos amigos, dizia já um pouco eufórico: - Isso é muito atrevimento. Se eu encontrar esse idiota Ashton novamente, vou parti-lo ao meio!

Tommy procurava sair da sala de jantar e voltava ao salão principal. Ele notava que era seguido por boa parte dos vampiros. Alguns ficaram na sala de jantar. No salão principal, tudo estava quieto, em silêncio. Não havia ninguém.

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Sex Mar 01, 2019 3:36 pm





Realmente, parece que o tal Lorde Ashton havia estudado cuidadosamente cada membro presente. O que ele estaria planejando para o restante? Algum tipo de joguinho sádico que somente um antigo poderia imaginar e colocar em prática para contornar o tédio que era sua não-vida?

Tommy começava a se sentir um idiota por ter aceitado um convite de um estranho para um pais desconhecido, e ainda por cima ter vindo sozinho. E mais estranho ainda era que tantos outros tivessem sido enganados da mesma forma.

O Giovanni caminhava até o hall de entrada. Tudo em silêncio, nem sinal do anfitrião ou seus criados. Nesse momento, veio à mente de Tommy a segurança de seu carniçal. Harry estaria bem? Ele seguia até a porta de entrada do castelo e caso estivesse aberta, correria até o carro onde Harry havia ficado esperando.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Sex Mar 01, 2019 5:24 pm

Tommy Vercetii


Começava a passar pela cabeça do vampiro a possibilidade do tamanho da furada que ele havia entrado, por livre e espontânea vontade... e pior... que muitos outros também entraram. Não vendo nada no hall de entrada ocorria ao vampiro ver se seu carniçal estaria bem. Mais que depressa ele move-se até a porta de entrada e girava a maçaneta para abrir a porta. O problema é que a porta não abria. Tommy girava a maçaneta outras duas vezes para ter certeza de que aquilo não estava acontecendo. E a porta realmente estava trancada. Talvez Harry estivesse melhor do que Tommy...

_________________
O Convite de Lord Ashton 1427kuf               O Convite de Lord Ashton Rian_ouro            O Convite de Lord Ashton Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Heathcliff em Sex Mar 01, 2019 6:15 pm



A porta estava trancada. Droga. Tommy pensava consigo mesmo. Não deveria ser muito difícil derrubar a porta, pular de uma janela ou algo do tipo, mas algo em tudo isso estava muito estranho. Primeiro, se quisesse, Ashton poderia tê-los matado durante o sono, logo, este não parece ser seu objetivo principal. Segundo, ele não quer que saiam da casa, é como uma espécie de jogo, e ele deve estar preparado para caso alguém quebre as regras (talvez com uma surpresa mortal para quem sair antes da hora). O Giovanni sabe que precisaria pensar como o ancião para sair desta cilada, mas ainda não tinha uma ideia clara do que precisaria fazer.

Ele volta-se para os outros membros, frustrado.

- Trancada. Seja lá o que Ashton esteja fazendo, ele nos quer aqui dentro! Alguém aqui alguma vez já ouviu falar sobre esse tal Lorde Ashton? Sabem alguma coisa sobre ele?

Caso nenhuma das respostas seja satisfatória, eles teriam de investigar por si próprios.

- Certo. É o seguinte, precisamos fazer o joguinho do desgraçado se quisermos sair daqui. Pelas minhas contas, agora somos 14. Não faço ideia do tipo de coisas que esse sádico tenha preparado para nós, então proponho em nos dividirmos em 7 duplas para investigar este castelo. Vamos nos dividir e em uma hora e meia, voltemos a este ponto para reportar o que descobrirmos!

Caso alguém queira tentar sair, Tommy não faz objeção, pelo contrário, ele assiste o/s indivíduo/s para ver se algo acontece com ele/s. Caso ninguém faça objeções, Tommy pede que Magnólia seja sua dupla.

- Então, alguma ideia de por onde começarmos?
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton Empty Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum