O Convite de Lord Ashton

Ir em baixo

O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 6:06 pm

O CONVITE DE LORD ASHTON


Riverwood - Algum lugar do interior da europa oriental...
23/12/1999





Não se sabe quem colocou o nome naquela região de Riverwood, afinal ali é uma região da Alemanha oriental onde não se fala inglês. Talvez seja por causa do rio que corta o vale e as árvores da floresta que cobrem as montanhas em volta do pequeno vilarejo de menos de 2mil habitantes. O castelo, um decadente ponto turístico na região que recebe pouco mais que dez mil visitantes ao ano fica a poucas centenas de metros fora do vilarejo, símbolo de poder e glória, que serviu de abrigo e proteção durante invasões bárbaras na baixa idade média, agora há muito por todos esquecido...


Última edição por Rian em Qua Fev 13, 2019 8:35 pm, editado 1 vez(es)

_________________
                         
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 34
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 6:47 pm

Amino Ank Toczek; PdS.: 12/13; FdV: 08/08; Vitalidade: ok



Após não encontrar nenhum sinal de Anka em Denver, Amino recebe um curioso convite para um jantar do outro lado do Oceano Atlântico. Quem diabos seria esse tal de Lord Ashton? Soava como alguém poderoso, coincidentemente em meio ao sumiço de sua irmã. Aquilo era no mínimo muito estranho. Para Amino não haveria outra explicação. Esse tal Lord Ashton deveria estar envolvido no sumiço de Anka. Certamente o convite era para tratar as cláusulas do resgate?!
Com certeza esta foi a primeira coisa que passou na cabeça do vampiro. E com certeza ele tiraria esta historinha de jantar mal contada a limpo!

Chegar até Riverwood foi uma saga. O vôo seguiu até Berlim. Mas de lá para frente o vampiro teve que enfrentar viagens noturnas em um carro locado, dormindo em hotéis e pensões de quinta categoria às margens da estrada e em cidades pequenas no interior inóspito da Alemanha. O vampiro comemorava por não ter tido nenhum contratempo até chegar em Riverwood. Por sorte ele dormira em um hotel perto dali e bastou 30 minutos de carro até estar frente a frente com o imponente castelo.

Por onde ele passou, até chegar ao portão do castelo, as pessoas olharam com desconfiança para o carro do vampiro. Em um vilarejo pequeno todo mundo sabe quando um carro forasteiro adentra as ruas da pequena Riverwood. Uma neblina pairava sobre a cidade, delimitando o campo de visão. O vento seco uivava e anunciava a chegada do inverno que viria em breve. Através da neblina era possível ver apenas as sombras dos picos que se extendiam sobre os montes naquele terreno acidentado.

O vampiro caminhava do portão até a porta do castelo, que dava cerca de 300metros. O caminho era calçado de pedra, com baixas muretas do lado ornados em plantas que davam rosas de cor azul e o caule espinhoso pelo caminho todo formando uma espécie de cerca viva. O caminho terminava em um grande chafariz em forma de círculo. Na parte inferior do chafariz havia esculturas de criaturas monstruosas, três no total. Na parte de cima havia a escultura de um anjo que parecia exercer algum tipo de domínio sobre os demônios embaixo de seus pés.
A porta do castelo era larga, tinha cerca de 3m. Na porta havia apenas um homem, calvo, na casa dos 50 e poucos anos, bem vestido, com esmoque branco. Ele apenas dizia:

- Seja bem vindo à nossa casa, senhor. Fique à vontade!

Ele não dizia mais nada, por mais que Amino tentasse aparentemente a função dele era apenas ficar ali plantado de pé recebendo os convidados.
Após cruzar a porta Amino estava em um grande salão. O piso em xadrez, iluminado com velas. O som de uma vitrola antiga tocava uma música clássica e ali no salão havia aproximadamente umas dez pessoas.


Última edição por Rian em Ter Fev 12, 2019 7:42 pm, editado 1 vez(es)

_________________
                         
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 34
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 7:39 pm

Baruch King, O anjo caído; PS: 07/15; Força de vontade: 7/7; Vitalidade: ok




Após o ocorrido em Denver, Baruch se concentrara com sua mentora nos trabalhos da santa inquisição em cortar da própria carne do Sabbath. Cainitas que eram o cancer da grande causa da liberdade, maculados pela marca do demônio, mero peões que cegavam o fio da Espada. Esse era o trabalho de Baruch, ir até os confins da terra despachar bandos de infernalistas para o colo do capeta que eles tanto adoravam.

Pistas chegavam a todo momento às mãos de Anne e Baruch que algo incerto e duvidoso estava ocorrendo nas proximidades de Marburg, Alemanha. Uma carta interceptada pela inquisição do Sabbá, vinda da Alemanha e direcionada ao Vaticano, dava conta de ocorrências de possessões demoníacas em uma região que estava dentro da área suspeita que a inquisição investigava. Coincidentemente Baruch recebia um convite, dias depois, de um tal Lord Ashton, que residia no distrito de Riverwood, que ficava muito próximo à região montanhosa de Marburg. Curiosamente Anne não havia recebido o suspeito convite. No entanto tanto ela quanto Baruch suspeitavam que o caso merecia atenção e o Lassombra embarca para o local. Anne não iria, uma vez que não recebeu o convite.

Chegar até Riverwood foi uma saga. O vôo seguiu até Berlim. Mas de lá para frente o vampiro teve que enfrentar viagens noturnas em um carro locado, dormindo em hotéis e pensões de quinta categoria às margens da estrada e em cidades pequenas no interior inóspito da Alemanha. O vampiro comemorava por não ter tido nenhum contratempo até chegar em Riverwood. Por sorte ele dormira em um hotel perto dali e bastou 30 minutos de carro até estar frente a frente com o imponente castelo.

Por onde ele passou, até chegar ao portão do castelo, as pessoas olharam com desconfiança para o carro do vampiro. Em um vilarejo pequeno todo mundo sabe quando um carro forasteiro adentra as ruas da pequena Riverwood. Uma neblina pairava sobre a cidade, delimitando o campo de visão. O vento seco uivava e anunciava a chegada do inverno que viria em breve. Através da neblina era possível ver apenas as sombras dos picos que se extendiam sobre os montes naquele terreno acidentado.

O vampiro caminhava do portão até a porta do castelo, que dava cerca de 300metros. O caminho era calçado de pedra, com baixas muretas do lado ornados em plantas que davam rosas de cor azul e o caule espinhoso pelo caminho todo formando uma espécie de cerca viva. O caminho terminava em um grande chafariz em forma de círculo. Na parte inferior do chafariz havia esculturas de criaturas monstruosas, três no total. Na parte de cima havia a escultura de um anjo que parecia exercer algum tipo de domínio sobre os demônios embaixo de seus pés.
Claro que.... aquilo era o que uma pessoa comum enxergaria. Mas aquela escultura não enganava os olhos e o conhecimento do profano do inquisidor. Após refletir um pouco Baruch tinha uma leve desconfiança de que o anjo naquele chafariz era, na verdade, Lúcifer, o anjo caído. E ele estava não lutando, mas sim guiando os três demônios abaixo dele. Com uma análise mais detalhada de cada uma das esculturas demoníacas Baruch tinha um palpite: Aqueles seriam Mephisto, Baal e Diablo. Os três grandes e temidos irmãos que derrotaram os exércitos da luz e reinaram no paraíso.

A porta do castelo era larga, tinha cerca de 3m. Na porta havia apenas um homem, calvo, na casa dos 50 e poucos anos, bem vestido, com esmoque branco. Ele apenas dizia:
- Seja bem vindo à nossa casa, senhor. Fique à vontade!

Ele não dizia mais nada, por mais que Baruch tentasse aparentemente a função dele era apenas ficar ali plantado de pé recebendo os convidados.
Após cruzar a porta Amino estava em um grande salão. O piso em xadrez, iluminado com velas. O som de uma vitrola antiga tocava uma música clássica e ali no salão havia aproximadamente umas dez pessoas.

_________________
                         
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 34
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por satan666jsg em Qua Fev 13, 2019 10:06 pm

Amino, parecia incomodado com a situação, forçada, enrrijecida, travada,... Anacrônica, chegou ele a uma conclusão, chegou ele após um deleite literário.
Ele vai em direção a música, encontrando alguém ele se apresenta em russo, e inglês, fazendo uso da pouca etiqueta, que a literatura, lhe ofereceu.
Ele procura entre os convidados, sinais de sobrenaturalidade, (auspícios 2)
Ao se apresentar, ele pergunta a respeito da situação das pessoas que também receberam o convite.(empatia)

satan666jsg

Data de inscrição : 15/01/2011
Localização : Belo Horizonte MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Convite de Lord Ashton

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum