Miami By Night

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Seg Fev 04, 2019 12:30 pm

MELISA


      A Tzimisce obteve sucesso na primeira parte do plano para a retomada da cidade, mas ainda havia muito trabalho a se fazer. Eles tinham soldados para o conflito, mas precisavam de armas, e armas não são de graça. Um Cainita estrangeiro é então chamado para bancar a parte financeira do ataque, agora cabia a Melisa investigar sobre seus alvos.

      Nas três noites seguintes, a mexicana perambula por becos e docas onde sabia ocorrerem transações ilegais de drogas e outros produtos, bares de má reputação, pagou algumas bebidas, colocou algumas pessoas no hospital, e conseguiu algumas informações:

* Tommy é um Giovanni milionário que possui inúmeras residências na cidade, a mais conhecida é a mansão Vercetti no bairro mais nobre de Miami, onde residem diversas celebridades e alguns atores famosos de Hollywood possuem casas de férias. Além disso, Tommy é dono de casas noturnas, empresas de táxi, vendas de automóveis, entre diversos outros negócios que servem de fachada para seus negócios ilegais (sendo o contrabando internacional de cocaína sua principal fonte de renda).

* O principal aliado de Tommy no crime é um traficante chamado Lance Vance. A família de Lance possuía uma fazenda no México, usada para plantação de cannabis e cocaína, mas a mesma foi confiscada por agentes da narcóticos e Lance precisou fazer um acordo com o governo, onde entregou metade dos traficantes do México para evitar a prisão. Após se tornar persona non grata no México, Lance foi deportado para fora do país, mas ainda atua no tráfico de drogas ao lado de Tommy. Possui uma mansão em frente a Miami Beach.


***



      Reni Wassulmaier se atrasa algumas noites mas acaba chegando em um jato particular. Era uma figura bizarra que ao que tudo indicava, não se dava bem com Tia Poulet e menos ainda com os Romero (que se dirigiam a ele/a como "traveco", "circo de horrores", ao passo que ele/a os chamava de "comedores de cadáveres", "caipiras", "lixo branco", "pessoas de pouca classe", entre outros nomes pejorativos).


Miami By Night - Página 3 169?cb=20080301083547

      Era uma estranha equipe, onde todos se odiavam, mas estavam unidos por uma seita e pelo objetivo de tomarem a cidade. Apesar da deselegância, Reni cumpre sua parte do acordo e compra as armas para o bando. Tirando isso, parece que não ajudará em nada durante o combate, pois segundo o/a mesmo/a "suas mãos delicadas foram feitas para a arte e não para a barbárie". No restante do tempo em que o bando planejava o ataque, a figura extravagante permanecia escondido/a em um hotel de luxo enquanto exigia atualizações sobre o ataque:

- Ah, que vista maravilhosa, pena que nenhum de vocês jamais saberá apreciar algo de qualidade como isso, rsrs. Então, já capturaram o bofe Giovanni? Não se esqueçam de sua parte no acordo, eu forneço as armas, mas você vão ter que me trazer aquele "ocó" vivo. Oh céus, eu A-DO-RO vitae italiana, bye bye, caminhoneira!


***



      Para aumentar a força do bando, os Romero fornecem as pessoas capturadas por eles próprios para um abraço em massa. Os pobres indigentes são levados para um cemitério isolado, sepulturas são abertas, Melisa e Tia Poulet se encarregam de abraçar os pobres homens (Reni não topou participar do ritual clássico de guerra do Sabbat "ui que brega, odeio cemitérios"), então os recém-abraçados são nocauteados por poderosos golpes de pá na cabeça, jogados nas covas e enterrados.




Miami By Night - Página 3 Prod-db-hammer-films-dr-linvasion-des-morts-vivants-the-plague-of-the-zombies-de-john-gilling-1966-gb-peur-mort-vivant-monstre-horreur-zombie-sortir-de-terre-tombe-sepulture-cimetiere-PNJDN2




      As criaturas que conseguiam escapar das tumbas já não poderiam mais ser consideradas humanas. Um garoto de rua era deixado amarrado e amordaçado no chão para servir de alimento para os cainitas recém-nascidos. Obviamente não seria o suficiente, apenas serviria para aplacar o frenesi das buchas de canhão. Com alguma sorte, talvez algum deles sobrevivesse à batalha e se tornasse um verdadeiro membro da Espada de Caim, como Melisa conseguiu anos atrás, passando pelo mesmo ritual de iniciação.


Última edição por Krauzer em Seg Fev 04, 2019 1:24 pm, editado 1 vez(es)
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Seg Fev 04, 2019 12:30 pm

MAGNÓLIA


Mag: - Bom, fico contente em saber que poderei atuar sem algumas limitações que a Torre de Marfim acaba nos impondo. Já que estamos abrindo jogo em relação a isso... poderia me dizer o que sabe sobre os jogos de poderes da cidade? Eu não gostaria de tomar domínio da polícia local sem saber que com isso estou pisando no terreno do "vampiro mais poderoso da cidade"...


- Bem, sobre os jogos de poder da cidade, é óbvio que existem outros membros querendo colher um pedaço do lucro de Miami sem pagar nada, a começar pelo Sabbat. Eles nunca engoliram a derrota que sofreram nos anos 80 e desde então desejam recuperar a cidade, principalmente os lucros obtidos com o narcotráfico daqui. Falando em narcotráfico, as serpentes são outro clã traiçoeiro que adoraria tomar para si uma bela fatia dos negócios de Miami. Recentemente membros estranhos foram vistos entrando na cidade. Na melhor das hipóteses sejam apenas anarquistas fugindo do controle da Camarilla, mas receio que hajam boas chances de serem Setitas ou membros do Sabbat preparando algo. Não seria difícil localizar seus esconderijos e mandar sicários incendiarem-nos durante o dia, mas primeiro preciso saber exatamente quem são, e se minhas suspeitas estiverem certas, com certeza não passam de peões, e peixes pequenos não me interessam. O mais sábio é captura-los e obrigá-los a revelarem os planos de seus mestres para cortar o mal pela raiz.

- Apesar desta não ser uma cidade da Camarilla, um acordo nos coloca em termos razoáveis com eles. Talvez você já tenha ouvido falar da Promessa de 1528, onde a Família e a Camarilla selarem um pacto de não agressão, para que nenhum lado se intrometesse nos negócios um do outro. Devido ao trato, eu costumo permitir a entrada livre de membros da Camarilla na cidade, desde que não se mostrem mal intencionados, ou desejem tomar o controle da cidade para si. Sei de ao menos dois membros da Camarilla residindo aqui. Um lunático cubano e uma lunática novata que parece acreditar ter uma irmã que na realidade não existe, mas quem sou eu para julgar alguém...




***



Mag: - Fechado, senhor Vercetii! Tudo que eu tenho que fazer é só enviar um navio para a Colômbia? É que eu sou nova nesse ramo, entende?

- Não se preocupe, eu mesmo avisarei meus contatos na Colômbia e eles farão todo o trabalho discretamente! Creio que um navio de carga seja o suficiente! - Então Tommy retirava uma caneta e um papel do bolso, escrevia algo nele e dava-o para a Toreador. Eram as coordenadas e datas de onde e quando seu navio deveria estar para receber as cargas. No lado de trás do bilhete estava um número de telefone. - Bem, então acho que era isso, ou teria mais algo para perguntar? Qualquer dúvida, pode me ligar. Será uma honra fazer negócios com você, bella signora! - Então despedia-se dela, beijando sua mão como um cavalheiro vitoriano.



***



      Após o diálogo com Vercetti, Magnólia se dirigia até o pastor, que a recebia com um aperto de mão e um sorriso cheio de dentes brancos perfeitos.


Miami By Night - Página 3 220px-Secretary_Pompeo_with_Pastor_Brunson_%2845469597862%29_%28cropped%29


      Ela descobria tratar-se do pastor Turkey MacDonalds, um tele-evangelista muito famoso em todo o estado. Ela não costumava acompanhar seu programa, mas sabia que ele era famoso por obras de caridade milionárias em países africanos. No decorrer da conversa, ela descobre que ele possui grande influência na política municipal, e foi o responsável pela eleição de muitos deputados no estado. Algo que a deixava curiosa nele era um estranho anel que o pastor usava.

Miami By Night - Página 3 Freemason-gold-ring_2
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Seg Fev 04, 2019 11:04 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10


Magnólia sente um misto de excitação e temor ao confirmar nas próprias palavras daquele Giovanni o quanto ele era poderoso. Não estaria ela se arriscando demais ao lidar com um vampiro tão poderoso sem a proteção da Camarilla que ela tinha em NY? De qualquer forma, por outro lado, quem disse que o mundo das trevas é um lugar seguro, mesmo nas cidades onde a Seita é mais sólida? Se a portuguesa se daria bem ou mal nessa parceria só o temo diria.
- Senhor Vercetti, se a Camarilla é tão pouco presente assim como diz, é bem provável que o palpite correto seja mesmo o segundo. Sabbath ou setitas... ou os dois.
“- O que será que eu ganharia se eu conseguisse capturar um desses e entregá-lo em uma bandeja a este homem?!” Deslizava em altos pensamentos a Toreador...
Apesar desta não ser uma cidade da Camarilla, um acordo nos coloca em termos razoáveis com eles. Talvez você já tenha ouvido falar da Promessa de 1528, onde a Família e a Camarilla selarem um pacto de não agressão, para que nenhum lado se intrometesse nos negócios um do outro (...)
- Meu senhor havia me falado algo sobre isso. Estava na minha memória em algum lugar, só precisou dizer para que eu me lembrasse.
Magnolia tomava rapidamente o seu copo mais uma vez e bebia outro gole da bebida. Uma tentativa de sufocar a ambição de tentar tomar a cidade para si, agora advertida nas palavras de Tommy. Uma cidade onde a Camarilla era praticamente ausente era assustadoramente atrativa, e Magnolia quase podia ver-se príncipe. Tratou de empurrar aquele pensamento goela abaixo juntamente com a bebida. Ela devolve o copo ao seu lugar original e pigarreava, pedindo desculpas com a mão direita à frente da boca, antes de continuar.
- Hum.. rum! Desculpe! Senhor Vercetti... E quanto à prefeitura, à polícia? Estão sob seu domínio? Outra coisa... em relação aos nossos navios vindos da Colômbia, devemos nos preocupar com a polícia ou guarda costeira? Faço essas perguntas porque eu não sei quem faz essa fiscalização na cidade.
Após as respostas de Tomy, Magnólia pegava o papel com as anotações do Giovani. O vampiro então terminava beijando a mão da Toreador afirmando que seria uma honra fazer negócios com ela. Magnólia excitava-se com aquele jeito cavalheiresco e sua despedida em italiano, o que lhe encorajava a avançar o sinal em relação a Tomy.
Enquanto ele segurava sua mão, as presas da vampira saltavam para fora e ela respondia à última frase do Giovani. Suas palavras estavam grafadas por uma pronúncia maculada pelos enormes caninos que entravam em contato com a língua ao falar, dando um tom de horror à sua fala: - Se depende de mim, senhor Vercetti, será muito mais que uma relação comercial... Podemos trabalhar juntos para expulsarmos da cidade esses adoradores de cobra e colocar o sabbath para voltar com o rabo entre as pernas para o México! Finalizava ela com um sorriso sutil. – Não precisa responder agora... você também tem meu número.
Suas presas se recolhiam e ela então deixava o local, exceto se Tomy ainda desse prosseguimento à conversa.

--
Já em outro ambiente a vampira socializava-se com o tal pastor Turkey MacDonalds. Ela logo descobria que ele era realmente muito influente, mais do que ela havia suposto inicialmente. E um curioso anel chamava a atenção da vampira. Ela rapidamente tentava descobrir algo sobre o anel e ao pastor ao mesmo tempo.
- E esse curioso anel, senhor Turkey? É algum tipo de proteção contra... Seus olhos viravam-se para cima como se ela estivesse um pouco bêbada e com dificuldades para raciocinar, buscando o pensamento ou a palavra certa. Na verdade tudo não passava de um teatro. - ...Vampiros? Ela ria como se tivesse feito uma piada, mas seus olhos ainda esperavam uma resposta do senhor Turkey.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Ter Fev 05, 2019 11:28 am

MAGNÓLIA


Mag: - Hum.. rum! Desculpe! Senhor Vercetti... E quanto à prefeitura, à polícia? Estão sob seu domínio? Outra coisa... em relação aos nossos navios vindos da Colômbia, devemos nos preocupar com a polícia ou guarda costeira? Faço essas perguntas porque eu não sei quem faz essa fiscalização na cidade.

- Bem, como já deve imaginar, tenho os principais políticos da cidade em meu bolso, além de um acordo com a polícia de Miami. Mas como meu trabalho se estende além das fronteiras do país, existem perigos, pois ao cruzar continentes, adentramos territórios de outros membros, e estes podem ter seus próprios interesses, e podem utilizar as forças policiais locais para isso. Por isso eu sempre procuro selecionar muito bem com quem negocio, mas nunca se sabe quando algum golpe interno pode derrubar um príncipe da Camarilla ou um governador independente, e os usurpadores podem não ter a mesma visão do antigo líder destronado. Essas coisas já aconteceram algumas vezes ao longo de meu tempo como lorde do tráfico de Miami. Por sorte, eu consegui contornar situações como estas até hoje, mas como dizem, um trabalho tão lucrativo possui grandes riscos, por isso é importante sempre estar preparado... ou preparada, e ter uma carta na manga!


***


      A despedida cavalheiresca de Tommy mexia com os sentimentos da imortal.

Mag: - Se depende de mim, senhor Vercetti, será muito mais que uma relação comercial... Podemos trabalhar juntos para expulsarmos da cidade esses adoradores de cobra e colocar o sabbath para voltar com o rabo entre as pernas para o México! Finalizava ela com um sorriso sutil. – Não precisa responder agora... você também tem meu número.

      Tommy sorri ao ouvir isso, e também era possível ter um vislumbre de seus caninos alongados, então ele se aproxima do ouvido da Toreador e sussurra:

- Seu jeito me atrai. Esta cidade pode não possuir um príncipe, mas possui um rei, e todo rei que se preze possui uma rainha ao seu lado. Tenha uma boa noite, senhora magnólia!


***



      Após despedir-se de Tommy, Mag via-se em uma discussão agradável com Turkey, e não deixava de prestar atenção em seu extravagante anel.

Mag: - E esse curioso anel, senhor Turkey? É algum tipo de proteção contra... Vampiros?- Então ria como se tivesse feito uma piada.

      Turkey também ria, mas ela podia notar certo nervosismo no pastor. Ela podia ouvir seu coração batendo mais depressa e bombeando sangue suficiente para corar seu rosto. Suas glândulas sudoríparas começavam a trabalhar, então ele coloca a mão do anel no bolso como que para escondê-lo.

- Hahaha, você é muito engraçada. Não, não, vampiros não existem, devemos nos preocupar mais com problemas reais, como as tentações do mundo moderno. Não é à toa que Miami é conhecida como a cidade dos vícios (Vice City), e como tal, possui muitas almas esperando pela salvação. Bom... hã, se não se importa, tenho que trocar uma palavra com aquele senhor, até mais! - E com essa desculpa, o pastor tentava evitar Magnólia durante o resto da festa.


***



      Ao final da festa, Magnólia possuía ao menos dois convites para passar o resto da noite. O do deputado cafajeste Willian Jackson de jantarem em um restaurante japonês próximo da praia, e o de Mercedez, para se encontrarem mais tarde no Clube Malibu.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Ter Fev 05, 2019 12:22 pm

- Seu jeito me atrai. Esta cidade pode não possuir um príncipe, mas possui um rei, e todo rei que se preze possui uma rainha ao seu lado. Tenha uma boa noite, senhora magnólia!
Magnólia respondia com um sorriso e saía de cena. Em seus pensamentos ela articulava consigo mesmo: “- Ora ora, Magnólia! Essa negociação parece ter sido muito mais próspera do que eu esperava. Vislumbrei a possibilidade de uma aliança de sangue com o homem mais poderoso de Miami... Quem sabe?! Mas primeiro...vamos ver o resultado dessa aliança comercial, se Tomy é confiável e o que mais posso ganhar com ele.”

Após algumas conversas com o pastor Magnólia esperava a reação dele à sua pergunta. Logo de cara a Toreador descobria que Turkey tinha envolvimento com algum vampiro, ou pelo menos sabia da existência das criaturas da noite. Mas por outro lado o homem fugia como um coelho assustado.
“- Merda! Acabei assustando o sujeito!" Concluía ela ao ver que Turkey tentava se retirar. Ela rapidamente se colocava lado a lado com o pastor e tentava segurar a conversa.
- Claro que não existem. Acho que eu bebi demais... Ela ria, e se comportava exibindo um humor descontraído como se estivesse quase bêbada.
- Na verdade não é no seu anel que estou interessada... Eu não tenho ido muito à igreja ultimamente e estou disposta a fazer uma doação à sua igreja, padre. Confundir as expressões padre e pastor era proposital.

Ela esperava a reação de Turkey virando mais um gole da bebida. Se o pastor insistisse na fuga ela o deixaria ir e buscaria se entrosar com outros mortais. Mas caso ele mudasse de ideia, Magnolia tentaria negociar com ele, demonstrando um interesse particular em alguma igreja mais próxima à casa dela.
Por fim a vampira iria até um banheiro e vomitaria toda a bebida e comida que havia consumido, aquela era a parte mais desagradável da socialização. Mas... não havia outro jeito. Em seguida ela iria jantar com o deputado cafajeste, por ser na sua avaliação, um envolvimento de menor risco do que com Mercedes. Afinal se ela provavelmente fosse uma carniçal haveria outro imortal nesse “triângulo amoroso.”

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Qua Fev 06, 2019 5:43 pm

MAGNÓLIA



      A vampira portuguesa temia ter assustado o pastor e tentava contornar a situação.

[quote="Rian"]

- Claro que não existem. Acho que eu bebi demais... Ela ria, e se comportava exibindo um humor descontraído como se estivesse quase bêbada.
- Na verdade não é no seu anel que estou interessada... Eu não tenho ido muito à igreja ultimamente e estou disposta a fazer uma doação à sua igreja, padre. Confundir as expressões padre e pastor era proposital.


- Ah, sim, sim, qualquer noite dessas falamos sobre isso, preciso ir!- E assim o pastor deixava a festa antes que ela chegasse ao fim.



***



      Quando a festa estava chegando ao fim, viria a pior parte. Mag seguia até o banheiro e vomitaria tudo que ingeriu por lá. Dizem que os nobres romanos realizavam um ritual semelhante em seus bacanais. Eles vomitavam o que comiam para poder comer mais e saborear tudo o que era oferecido em suas festas cheias de luxo e depravação. A situação de Magnólia não era tão diferente da deles afinal.


      Ao sair do banheiro, Magnólia se dirigia até o restaurante que Willian Jackson havia lhe sugerido. O deputado chega cerca de meia hora após o horário combinado, e assim que vê Magnólia lhe pede desculpas, errando seu nome (provavelmente chamando-a pelo nome de alguma de suas amantes).

Miami By Night - Página 3 Treyradel428

      A Toreador percebe que o deputado era um amontoado de contradições. Enquanto jantavam, ele fazia um longo discurso sobre como os negros e os pobres precisavam da ajuda do governo e ele era o único político que se preocupava com eles, mas foi extremamente rude sem motivo algum com o garçom negro que os serviu (era possível notar sua expressão de asco ao ser atendido por ele e sequer forneceu-lhe gorjeta). Ele também alegava ser inocente das acusações contra ele:

- É um crime de perseguição política, estou sendo punido por ser quem eu sou, por defender os fracos e oprimidos. Eu jamais trairia minha esposa, e muito menos desviaria o dinheiro destinado aos necessitados para massagens, viagens ao Caribe e outras bobagens que andam insinuando por aí. E aquelas fotos minhas em um cabaré com 5 mulheres, obviamente são montagens e eu vou provar isso! É tudo obra daqueles malditos Republicanos, eles são o câncer deste país, não suportam ver um homem honesto que precisam assassinar sua reputação. Eu digo e assino em baixo, não há alma mais honesta que eu neste país!

      Durante a conversa, diversas vezes o deputado tentava segurar sua mão sobre a mesa, e seu olhar para os dotes da Toreador deixavam explícitas suas intenções com este jantar. Ao final do jantar, o homem perguntava a Magnólia se ela aceitaria dar uma volta com ele em sua Ferrari Testarossa.

OFF: Pode interagir com a cena como desejar.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Qua Fev 06, 2019 9:40 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10

O padre estava mesmo fora de questão e Magnólia teria que se conformar com isso.
"- Ok, tudo bem... sem problemas! Eu fundo a minha própria igreja! Será bem melhor assim! Ela sorria internamente"

Pouco tempo depois a vampira já estava dirigindo-se ao jantar. Dava o horário combinado e nada de William Jackson aparecer.
"- Era só o que faltava! Só me falta Jackson também ter se assustado e fugido de mim assim como o padre fez..."
Ela esperava alguns minutos, aproveitando para buscar um cômodo para alugar próximo à sua residência que servisse como igreja. Ela precisava consolidar um rebanho e uma igreja seria um ótimo disfarce. Em seus pensamentos já se via em um culto às portas fechadas para um grupo de fiéis que fizesse parte de uma certa irmandade secreta dentro da seita sendo reverenciada como um anjo que caiu do céu. No alto de seus pensamentos ela nem notava seu singelo sorriso surgindo no seu rosto inconscientemente.

Seus pensamentos eram quebrados pela chegada de Jackson, que confundia seu nome.
- Está 30min atrasado!
Poucos minutos bastaram para Magnólia perceber que William era não só um político, mas um homem da pior estirpe que ela poderia encontrar em Miami, pelo menos para os padrões da sociedade mortal. No entanto os membros do clã da Rosa são conhecidos por sua particular adesão à moda e aos costumes mortais, e Magnólia não fugia da regra, ela inclusive adorava se juntar aos humanos especialmente nos grandes eventos sociais, o que colocava William em total descrédito com a vampira. Porém ela já havia trocado a bela morena do hiate por aquele traste e agora ele teria que fazer essa troca valer a pena. Isto com certeza custaria caro ao deputado.

O tempo todo a portuguesa fingia acreditar no discurso do político honesto e ainda atacava os republicanos, reforçando os argumentos de Jackson.
- É um crime de perseguição política, estou sendo punido por ser quem eu sou, por defender os fracos e oprimidos. Eu jamais trairia minha esposa, e muito menos desviaria o dinheiro destinado aos necessitados para massagens, viagens ao Caribe e outras bobagens que andam insinuando por aí. E aquelas fotos minhas em um cabaré com 5 mulheres, obviamente são montagens e eu vou provar isso! É tudo obra daqueles malditos Republicanos, eles são o câncer deste país, não suportam ver um homem honesto que precisam assassinar sua reputação. Eu digo e assino em baixo, não há alma mais honesta que eu neste país!
- Eu acredito em você, Jackson! Mas esses republicanos descarados ainda terão que engolir seco a absolvição na justiça e a vitória de William Jackson nas próximas eleições! Eu também não gosto deles! Quem viver verá! Afirmava ela com certo entusiasmo em suas palavras.
- Eu só vou te pedir pra você rever seus preceitos e abrir uma exceção no meu caso... em relação à sua esposa! Afirmava com um sorriso safado enquanto aceitava o convite do sujeito para dar uma volta de carro. Ela estava querendo fechar o deputado para uma conversa séria, mas até o momento preferiu dar corda ao cretino para ver até onde ele iria com aquele caô que estava acostumado a pregar nas raparigas interesseiras com quem ele saía.

Antes de sair, Magnólia pagava a gorjeta ao garçom negro e se desculpava pelas maneiras rudes do deputado. Em seguida ela pedia ao garçom uma garrafa de vinho para levar.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Qui Fev 07, 2019 12:27 am

MAGNÓLIA


      Magnólia fingia acreditar na honestidade do político e atacava seus rivais Republicanos para ganhar sua confiança. Antes de saírem, a Toreador decide pagar a gorjeta ao garçom negro e pedir desculpas pelo comportamento de Jackson, sem que o mesmo ouvisse, e pedia uma garrafa de vinho para levar no passeio com o deputado.

Mag: - Eu só vou te pedir pra você rever seus preceitos e abrir uma exceção no meu caso... em relação à sua esposa!


Miami By Night - Página 3 1200px-061_-_Ferrari_Testarossa_-_Flickr_-_Price-Photography


      Ah, uma Ferrari Testarossa vermelha, um clássico dos anos 80. Jackson não deixa de dizer isso à sua companheira, bem como lhe mostrar os bancos estofados com algo que lembrava pele de onça. O perfume do carro atiçava os sentidos da bela cainita portuguesa, ela não reconhecia exatamente qual era, mas provavelmente algo importado, talvez francês. Pelo menos o deputado tinha bom gosto para perfumes.

      Em seguida, ele fazia questão de mostrar a potência de seu carro esporte, o tempo inteiro falando das melhorias que fez nele. Ele passava por vários pontos turísticos da cidade, mostrando-os rapidamente para a novata, demonstrando seu conhecimento de Miami. Segundo o próprio, era apenas uma boa ação que todo homem deveria ter para com uma dama que acaba de se mudar.

      Por fim, ele a leva para um ponto alto da cidade, numa espécie de morro, e estaciona em um local onde a maravilhosa vista da cidade ocupava toda a atenção de Magnólia. (OFF: Imagine aquelas cenas de filmes e séries americanas, onde após o baile de formatura, o namorado da rainha do baile a leva de carro até um ponto alto e o estaciona de frente para uma paisagem onde podem ver toda a cidade, para em seguida perderem a virgindade).


Miami By Night - Página 3 Maxresdefault

      A visão da cidade era tão magnífica, tão esplendorosa, como era possível para o homem criar algo tão belo?! As luzes de neon, os flashes dos carros iluminando as ruas como se fossem as artérias de um imenso e belo ser vivo. A cidade vivia, ela respirava, Magnólia podia ouvir seus sons, milhares de ruídos lá embaixo, todos desordenados, mas de certa forma em sincronia, eram como o batimento cardíaco de Miami. Os milhares de pontos de luz a iluminavam mesmo à noite, como um enxame de vagalumes piscando na noite... Magnólia foi retirada de seu transe por Jackson que ligava o som com uma música apropriada.



      Ele então tocava a mão da cainita de forma delicada e lhe olhava nos olhos.

- Me desculpe, mas não tenho palavras para o que estou sentindo neste momento. Eu amo minha esposa e sempre fui fiel a ela. A amo mais que minha vida e jamais a trairia... mas não posso negar que senti algo diferente quando a vi pela primeira vez no iate. Sinto como se fossemos almas gêmeas. Tenho certeza de que em vidas passadas fomos amantes, amantes há muito perdidos que finalmente se reencontraram. - Enquanto falava, ia aproximando seu rosto do dela cada vez mais, até seus lábios se tocarem.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Qui Fev 07, 2019 10:50 am

William Jackson passara um bom tempo falando do seu carrão. "- Com certeza ele deve amar mais a essa droga do que à própria esposa!" No entanto talvez ele pecara por dois detalhes: O primeiro que Magnólia não era lá tão fã de carros quanto ele e segundo, que ela tinha dinheiro para comprar uma Ferrari 0km se assim o quisesse. Provavelmente Jackson estava totalmente desinformado sobre quem realmente era a mulher com quem ele estava saindo. Não era de se esperar... afinal para ele era só um corpinho bonito que ele estava louco para colocar seu pau sujo dentro.

Durante o tempo todo pelo passeio Magnólia procura uma brecha para esvaziar parcialmente a garrafa e batizá-la com seu sangue sem que o deputado cafajeste percebesse. Caso esta oportunidade não surgisse ela apenas continuaria aguardando pelo momento certo, mesmo que ele não aparecesse. Por fim, o salafrário conseguia finalmente impressionar a vampira. A visão da cidade era magnífica, aquilo sim era algo digno de ser contemplado. Uma verdadeira obra de arte contemporânea de encher os olhos de qualquer Toreador. Magnólia se embebia vislumbrada com a visão da cidade caindo em uma espécie de transe que só era quebrado pela interferência do humano. Ela "acordava" sem saber quanto tempo passara admirando a paisagem...

- Me desculpe, mas não tenho palavras para o que estou sentindo neste momento. Eu amo minha esposa e sempre fui fiel a ela. A amo mais que minha vida e jamais a trairia... mas não posso negar que senti algo diferente quando a vi pela primeira vez no iate. Sinto como se fossemos almas gêmeas. Tenho certeza de que em vidas passadas fomos amantes, amantes há muito perdidos que finalmente se reencontraram.
Enquanto Jackson falava a vampira o olhava os olhos, ela sorria timidamente. Aos poucos ela podia sentir o cheiro da pele daquele homem, o sangue pulsando em suas veias e o calor que dele irradiava aquecendo levemente a si mesma. Enquanto seus rostos se aproximavam os olhos de Magnolia ficavam semicerrados e ela olhava com desejo para a boca de William e se deixava envolver. Magnólia deslizava as sãos mãos por dentro da roupa de Jackson passando pelos peitos, abdomen, até chegar onde ela queria, no membro do sujeito. Após alguns minutos de amassos, ela descia as calças de Jackson se abaixaria e começava a fazer sexo oral no pervertido. A Toreador curtia o momento que a fazia sentir-se viva novamente. Ela não se importava em se entregar aos prazeres da carne, principalmente quando o aliciamento de um certo deputado estava em jogo. Consumia seu sangue para tornar sua pele mais quente e mais viva (-1pds), tornando seu corpo exatamente como um corpo mortal por alguns instantes. Finalmente, sem que Jackson percebesse as presas da vampira saltavam e ela iniciava o "beijo" vampírico no membro do deputado alcançando prazer que ela queria, que era o consumo da vitae humana e ao mesmo tempo fazendo com que o deputado tivesse a impressão que Magnólia sabia chupar um pau melhor que todas as mulheres do mundo. Ela lambia o membro de Jackson fechando a ferida e terminaria ali, não deixando que ele fizesse a penetração, propositalmente.

OFF: Magnólia vai extrair 3pds enquanto simula o sexo oral, justamente para dar a Jackson uma sensação de fadiga e exaustão.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Qui Fev 07, 2019 4:41 pm

MAGNÓLIA



      Durante o percurso enquanto o deputado lhe mostrava a cidade, Mag bebia um pouco do vinho e deixava nele algumas gotas de seu vitae, para em seguida oferecer a ele. Apesar de estar dirigindo, o homem bebia e ainda elogiava o gosto da vampira para vinhos de classe.

      Mag precisava tirar o chapéu para o canalha, ele realmente tinha conseguido surpreendê-la. A vista funcionou melhor do que seu carro e a cantada de "almas gêmeas", será que ele usava isso com todas?

      O clima esquentava e as carícias se tornavam amassos. Mag tocava no órgão genital do homem e percebia que ele já estava pronto, então abria o ziper da calça e colocava-o entre os lábios. Ela podia sentir fluidos vaginais no membro dele. Que surpresa, ele devia ter saído com outra mulher entre a festa no iate e o encontro no restaurante, por isso seu atraso. Quando suas presas perfuravam a pele do órgão, ele soltava um gemido, mas em seguida, o som de dor dava lugar a um gemido de prazer. Mag sugava o suficiente para não mandar Jackson para o hospital. O prazer dele era tanto que ele acabou chegando ao clímax ali mesmo, mas por sorte, devido a ter tido relações anteriores, ele nem chegou a ejacular.

      Jackson estava tonto e adormecia ali no banco mesmo. Mag percebe que a garrafa de vinho já estava praticamente vazia. Em breve ela teria mais um lacaio em seu poder. Porém, ele agora estava desacordado e ambos estavam sozinhos em um ponto solitário da cidade. Em cerca de uma hora e meia, o sol nasceria. A viagem de carro até sua casa levaria menos de uma hora, mas o que faria com Jackson?


PS: 10/13
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Qui Fev 07, 2019 6:28 pm

Mag não tinha nenhuma dúvida de que aquele era o "modus operandi" de Jackson. Com toda certeza ele usava aquela artemanha com todas as mulheres com quem saía. Assim colocava o membro em sua boca Mag sentia um odor característico de vagina.
"- Ah, agora entendi o atraso. É mesmo um cafajeste. Para libertinagem até que ele tem muita energia. Vamos ver se energia pode ser empregada em outras coisas também."

Logo depois do ato sexual Jackson desmaiava no banco do carro e a vampira percebia que ele havia bebido todo o vinho batizado. "- Bom garoto! É isso aí!". O resultado daquela noite fora muito positivo. Magnólia fechara um acordo com Tommy e tinha dado o primeiro passo para escravizar Jackson. Ele seria bem útil aos seus planos, até porque a vampira estava com uma estratégia extremamente ousada e arriscada em mente. Mas... as ações de maior risco são as mais lucrativas!

Só então ela se deu conta que faltava pouco tempo para o nascer do sol. "- Ah droga, melhor eu ir embora logo!"
A vampira jogava Jackson no banco do passeiro, assumia o controle do carro e acelerava em direção à sua casa. Se Jackson continuasse dormindo, e ela torcia para isto, abandonaria o carro com ele dentro a alguns quarteirões de sua casa e terminaria de chegar à pé.

Assim que chegasse trancaria a mansão e iria para o seu quarto preparado para o repouso diurno. Se conseguisse se manter acordada ainda faria uma pesquisa na internet nas primeiras horas do dia:
"lobisomens na flórida"
Tentaria pescar em meio ao inúmeros resultados e histórias fakes, alguma que soasse verdadeira mas que caiu no descrédito.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Sex Fev 08, 2019 12:43 am

MAGNÓLIA


      Após o final do ato, a vampira estava muito satisfeita consigo mesma. Em apenas uma noite ela conseguiu mais do que esperava com aquele convite. Mas algo a tirava de seu devaneio, ao olhar para o horizonte, ela via o céu clareando há muitos quilômetros. Rapidamente ela empurra Jackson para o banco traseiro e liga o motor do carro, seguindo direto para sua residência.

      Há algumas quadras, ela parava o carro e deixava-o para trás, correndo o resto do caminho. Era madrugada e as ruas estavam estranhamente silenciosas e vazias. Felizmente, ela consegue chegar a tempo, trancar a porta e se encerrar em seu quarto.


***



      Na noite seguinte, Magnólia acordava com um estranho desejo. Ela acessava a internet em seu computador à procura de "Lobisomens na Flórida".

      A Toreador já havia ouvido falar de tais criaturas, mas felizmente nunca havia topado com uma, mais já havia conhecido membros que juravam ter visto um. Se os boatos eram verdade ou não, pouco importava, o fato de tais seres existirem era um perigo para os membros, principalmente que nos relatos eles atacam vampiros sem pensar duas vezes.

      Após algumas horas de procura, ela encontra alguns relatos, a maioria pouco credível. Um homem relatava o caso de um ser monstruoso de aproximadamente dois metros e meio de altura, peludo, com cabeça de lobo e braços humanoides, que foi vista por diversos moradores em uma cidade no Sudoeste da Flórida nos anos 80. A descrição parecia bater com o que os membros diziam. Outro sobre uma família que viajava pelo Sul da Flória há 3 anos atrás, e juram ter visto um lobo gigante devorando um cervo. Ainda outro relato sobre um "urso com cabeça de lobo" em Tampa, há cerca de um ano.

      Porém, o que mais chamou a atenção da Toreador não foram relatos sobre lobisomens, e sim sobre... homens-crocodilo, bem ali em Miami. Segundo mitos das tribos nativas Calusa e Tequesta, que viviam próximos aos rios da cidade, alguns membros abençoados das tribos nasciam com a habilidade dada pelo deus sol de se transformarem em jacarés. Entre os colonizadores que enfrentaram tais tribos também haviam relatos sobre nativos que se transformavam em monstros escamosos devoradores de homens. Ambas as tribos foram praticamente extintas no conflito, mas sabe-se que muitos de seus membros foram realocados para Cuba, e alguns dos que permaneceram acabaram se miscigenando com os colonizadores. Ainda nos tempos modernos existe uma espécie de lenda urbana de um homem jacaré habitando os pântanos ao redor da cidade. Uma espécie de lenda urbana estilo "velho do saco" ou "bicho-papão", para assustar crianças e impedi-las de brincar nesta área.


OFF: A partir da próxima postagem, pretendo fazer um salto de uma semana. Neste meio tempo Magnólia já conseguiu laçar o deputado e seus empregados e já está transportando drogas para Tommy. Pode acrescentar em sua ficha: Lacaios 5 (o deputado Jackson, a secretária Maria Hoover, e os seguranças John Sawyer, Fernando Gonzáles e Gilbert Gordeau), e Aliado 3 (Tommy Vercetti). Pode descrever o que fez no restante da semana.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Sex Fev 08, 2019 10:27 am

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10

Não era apenas um estranho desejo. A vampira tinha algo bastante audacioso em mente. Após obter informações com Tommy de que os culebras e o sabbath estavam tentando tomar a cidade, logo sua aliança com o Giovanni a tornava inimiga desses vampiros. Magnólia poderia resolver seus conflitos no campo diplomático. Mas ela sabia muito bem que poderia facilmente ser uma pedra fora do tabuleiro se sofresse um ataque físico direto. Nesse contexto ela era de escassa defesa. Se sua residência fosse descoberta bastava um bando do sabbath para despachar a portuguesa. Então... antes que seus inimigos a jantassem, ela os almoçaria.

“- Certamente é inimaginável ter um lobisomem de estimação, claro. Mas... e se eu , de alguma forma, conseguisse direcionar a fúria dessas criaturas contra meus inimigos? Talvez há algo precioso para eles... algo pelo o que eles lutam. E se algo precioso para eles for de alguma forma um intento que eu consigo realizar? Será poderíamos negociar uma troca de favores? Se pudesse... seria perfeito! Tenho absoluta certeza que não haverá vampiro capaz de opor a estas temidas criaturas!”

A vampira encontrava alguns relatos que mereciam uma investigação mais a fundo. Ela anotava cada um dos três relatos e de fato a história de homens crocodilos era no mínimo intrigante.
- Tribos Calusa e Tequesta! Preciso encontrar vocês, meus amiguinhos! Magnólia às vezes tinha o hábito de conversar sozinha. Ela pesquisava mais sobre as Tribos Calusa e Tequesta, estava pensando em ir até estas tribos... Só havia um probleminha. Ela só poderia ir à noite, e ela se borrava toda de medo só de se imaginar no meio de um pântano à meia noite. – Não Magnólia! Isto é uma péssima ideia! Cenas do filme um Lobisomem Americano em Londres até passava em sua cabeça e ela se via no lugar daqueles dois infelizes atacados por um lobisomem no pântano logo no início do longa. Teria que ser durante o dia....

Alguns dias se passavam e agora Jackson comia na palma de sua mão. A fidelidade de seus seguranças e de sua secretária gora também era completa. Magnólia colocava Maria Hoover como presidente da Mag Transportes em Miami. No entanto, para iniciar os negócios com Tomy Vercetti ela pedia a Hoover que criasse uma nova empresa e entrasse em contato com o presídio de Miami para saber se havia algum projeto de reinserção daqueles ex presidiários na sociedade e no mercado de trabalho. Ela contrataria então um ex presidiário e o convenceria (de uma forma ou de outra, com dinheiro ou lucro de participação) a ser o proprietário legal dessa nova empresa. No final, se desse merda, a bomba não iria estourar em sua mão.

Finalmente Magnólia voltava sua atenção ao assunto dos lupinos. Ela pedia para que Hoover fosse, durante o dia, até as tribos Calusa ou Tequesta e se apresentasse como uma defensora das causas dos nativos. Caso os índios perguntassem, ela diria que era assessora de um parlamentar e que ele estava interessado em defender os interesses das tribos. Que perguntasse a eles quais eram as suas demandas, as necessidades das tribos. Pediria também que Hoover colhesse o máximo de informações sobre as lendas das tribos, como os membros que nasciam com a benção de se transformarem em jacarés. Quando Hoover voltasse com as informações Magnólia saberia qual seria o seu próximo passo.

Enquanto isso Magnólia colhe informações em noticiários sobre assassinatos brutais e recentes em Miami. Se o Sabbath estava lá, ele deixaria seu rastro. Com uma camarilla fraca na cidade, com certeza a Màscara seria violada com mais intensidade. Ela pega telefones de detetives particulares e solicita seus serviços. Caso houvesse algum assassinato recente, Magnólia iria pessoalmente a campo investigar.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Sex Fev 08, 2019 12:03 pm

MAGNÓLIA


      Magnólia era uma jogadora ousada no campo político e gostava de apostar alto. Jackson foi flagrado em mais um escândalo, quando foi fotografado desacordado em seu carro ao lado de uma garrafa de vinho vazia em pleno horário de trabalho. Jackson não quis se manifestar, mas seu advogado disse que "irá processar todos os jornais pagos pelos Republicanos para inventar Fake News e montagens de fotos do honrado político". De todas as suas amantes, Magnólia era a principal, existia algo nela que Jackson não sabia explicar, mas a tornava totalmente irresistível para ele (embora a Toreador soubesse que se tratava de sua vitae vampirica). O deputado corrupto e degenerado não poderia mais viver sem ela.

      Maria Hoover aceitou o novo cargo com extrema felicidade. Ela nunca imaginou que em tão pouco tempo seria promovida desta forma. Assim, Magnólia iniciava uma nova empresa, e procurava sobre projetos de reinserção na sociedade para ex presidiários de Miami. Para sua sorte, um projeto assim realmente existia, e Magnólia foi chamada para uma entrevista ao vivo em uma emissora local, para falar sobre seu projeto de dar uma segunda chance àqueles rejeitados pela sociedade. Seria uma forma de projetar seu nome na cidade e fazer propaganda de sua empresa, pois com certeza a notícia sairia nos jornais locais.

      Muitos ex presidiários são contratados como estivadores e trabalhadores braçais em seu novo empreendimento, mas um em especial foi escolhido para ser o proprietário legal de sua nova empresa (não foi necessário muito esforço, qual ex-presidiário não aceitaria ser proprietário em um negócio de uma empresa milionária?!).

      O escolhido foi Phil Cassidy, um homem de um braço só, na casa dos 50 anos, que dizia ser veterano do Vietnam e ter perdido seu braço lá (embora em sua ficha dizia que ele foi diversas vezes rejeitado pelo exército por seu comportamento impulsivo e vício em álcool, e nunca esteve no Vietnã).


Miami By Night - Página 3 Hqdefault


      Apesar de tudo, Phil era um patriota e uma espécie de ídolo para veteranos e confederados. Segundo o próprio, a polícia dos EUA e o governo maltrata seus veteranos e após voltar do Vietnã, ele não conseguiu arranjar emprego e teve de se envolver com o tráfico de armas para sobreviver. O jornal local dos Rednecks sulistas publica imediatamente uma notícia de que seu herói foi finalmente solto e uma caridosa alma o contratou em sua empresa, incentivando todos os seus leitores a fazerem doações à Meg Transportes.

      Maria Hoover foi enviada para Cuba em um projeto para defender as causas indígenas dos descendentes de nativos americanos. Jackson lhe diz que esta também será uma ótima oportunidade de aparecer na mídia como defensora dos povos indígenas e lhe marca uma entrevista com uma revista local para falar sobre o assunto se assim ela desejar.

      Nos noticiários, Mag descobre que um grande número de pessoas (sobretudo indigentes) recentemente vem desaparecendo no bairro de Little Haiti. Além disso, guerras de gangues parecem estar ceifando as vidas de muitos civis em Little Havana.


Última edição por Krauzer em Sex Fev 08, 2019 6:20 pm, editado 1 vez(es)
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Sex Fev 08, 2019 1:14 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10


Phil Cassidy era o nome do proprietário legal da nova empresa criada especificamente para buscar drogas na Colombia. No entanto, tudo que Phil fizera fora assinar um pedaço de papel com inúmeras cláusulas contratuais colocando-o como proprietário legal, mas impossibilitando-o por exemplo de vender a empresa e todas suas decisões tinham que ser submetidas ao conselho dos acionistas. E advinha quem estava por trás desse tal conselho de acionistas? Obviamente ele era só um laranja e Magnólia tratou de coloca-lo em uma função que ele pensava ser fundamental, mas obviamente ficava totalmente alheio às decisões importantes. Bastava pagar a ele um salário gordo com a própria droga que vinha da Colômbia que ele ficaria calado e a empresa ganhava credibilidade junto à sociedade por promover seu papel social. Ou seja... todos saíam ganhando.
Ao saber que Phil tinha conexões com o tráfico de armas ela logo trata de pedir um favor a ele. Uma pequena remessa de calibres pesados, para que ela armasse seus seguranças.

Enquanto Hoover promovia ações em Cuba, Jackson também lucrava, ganhando novas intenções de votos das minorias associadas aos movimentos dos nativos. E este era o objetivo real por trás das intenções de Mag aliciar o deputado safado. Ele teria que promover ações políticas em favor desses povos. Magnólia só precisava descobrir mais sobre essas tribos, se elas realmente tinham ligações com lobisomens e conseguir manter um contato. Falando em Jackson, Magnólia agora começava a deixar o deputado de lado. Ela já havia conseguido o que queria e não era de seu interesse ser uma amante do deputado cafajeste. Agora ele que arrastaria aquela bunda branca no asfalto atrás da vampira, que manteria apenas uma relação suficiente para atender aos interesses dela.
- Hoover, tente trazer um membro de uma dessas tribos para Miami. Marque uma reunião entre eu e eles ao anoitecer na sede da Mag Transportes. Dizia ela em um dos telefonemas para a sua secretária.

A intenção de Mag era descobrir evidências reais e tentar entrar em contato com os lobisomens. No entanto, uma consequência advinda dessas ações, sem ela desejar, foi a exposição na mídia. Algumas revistas estavam começando a falar da toreador e ela não tinha certeza se seria uma boa ideia aparecer nos flashs. De certa forma, talvez fosse conveniente, afinal a Camarilla não estava ali para lhe impor limites e uma figura pública seria um problema para aqueles que quisessem “sumir” com ela. Magnólia ainda não tinha inimigos em Miami, pelo menos não inimigos específicos. Mas ela sabia que assim que começasse ajudar o senhor Vercetti na tomada da cidade, os inimigos de Tommy se voltariam também contra ela. E ela estava se antecipando a isso.
Era hora de começar a ir atrás do Sabbath e dos setitas. Ela busca alguns desparecidos em New Haiti, liga para um anúncio de detetive particular e pede um encontro no local onde um desses desaparecidos sumiu. Diz ao detetive que ela conhecia a pessoa que sumiu e estava tentando encontra-lo. Ela entrega o dinheiro da contratação do detetive para Gilbert Gordeau e pede que ele vá ao local e faça as buscas juntamente com o detetive discretamente e mantenha Magnólia informada. Enquanto isso ela liga para Tommy:

- Ola senhor Vercetti! Aqui quem fala é Magnolia. Preciso conversar com o senhor sobre a sociedade das cargas exóticas. É seguro falarmos por telefone?
Se ele dissesse que não, ela marcaria um encontro com Tomy. Se Tommy dissesse que sim ela prosseguiria: - Estava a pensar se o senhor poderia me ajudar com uma informação importante. Eu gostaria de saber se o senhor tem pistas de que tipo de negócios os setitas estão mantendo em Miami e se o senhor já descobriu algum reduto desses culebras. A mesma pergunta faço em relação ao Sabbath. Acredito que eles estão agindo em New Haiti e New Havana. Mas se eu tivesse informações mais precisas agilizaria o trabalho de localizá-los. Como eu disse, senhor Vercetti, nossa relação pode ser muito mais do que uma relação comercial. Eu entrarei nessa guerra ao seu lado em breve.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Sex Fev 08, 2019 6:49 pm

MAGNÓLIA


      Phil Cassidy seria seu laranja, apenas receberia um gordo salário e teria de ser o proprietário legal da empresa, o bode expiatório perfeito. Com seu envolvimento passado com tráfico, alcoolismo, entre outras coisas, seria muito fácil pôr a culpa nele caso sua operação de contrabando fosse descoberta.

      Mais uma semana se passava e Magnólia se tornava uma nova celebridade em Miami. Rica, bela e protetora dos pobres, indígenas e marginalizados que não tinham oportunidades. A Toreador recebeu diversas ligações durante a semana, desde grupos como "Free Guns" e apoiadores dos direitos dos índios, até jornais e revistas famosas que queriam saber mais sobre a face da nova empresa.

OFF: Magnólia possui algum documento falsificado de data de nascimento ou algo assim? Se não tiver, é hora de ver isso, pois com certeza os repórteres e a grande mídia irão investigar toda a sua vida. É um dos preços a se pagar pela fama.

      Em Cuba, Hoover teve alguns problemas com leis locais de que turistas não poderiam ultrapassar certos limites (Algo bem pensado por Fidel, pois não era bom para os turistas verem a miséria dos cubanos enquanto eles próprios passavam os dias ensolarados em hotéis 5 estrelas que faziam a economia da ilha girar). Pelo pouco que descobriu, parece que os descendentes das duas tribos já não viviam mais como seus antepassados e agora moravam em meio à civilização. restava saber se ainda conheciam algumas das lendas da antiga tribo. Nos dias seguintes, Hoover passa tentando entrar em contato com algum deles .

      Com sua agenda lotada, agora era Jackson quem corria atrás da vampira. O fato de ter sido vista algumas vezes com o político defensor dos necessitados alavancava sua carreira, mas caso os podres de Jackson fossem comprovados na mídia, não seria uma ideia muito boa ser vista acompanhada do mesmo. Atualmente, ele tinha mais a ganhar sendo visto com ela do que o contrário.

      Phil dizia ter perdido muitos de seus contatos após ser preso, mas em algum tempo, consegue armas de alto calibre para os homens de Magnólia, e novamente adentrava o negócio de armas ilegais.

Miami By Night - Página 3 Img_5995

      Um detetive particular era contratado com o pretexto de investigar o desaparecimento de um conhecido. Gilbert encontra o tal detetive, o paga e atua juntamente com ele no caso, como um guarda costas. Juntos eles acabam descobrindo que além desta, a maioria das vítimas desaparecidas perambulavam pelas mesmas ruas e vielas de Little Haiti durante a noite, geralmente mendigos, prostitutas e semelhantes. Algumas testemunhas afirmam terem visto homens os levando à força enquanto dormiam, para dentro de um carro funerário negro. Não muito longe, ainda no bairro de Little Haiti, existe uma funerária pertencente a uma família (que curiosamente também possui um açougue), a família Romero.

      Neste meio tempo, Magnólia entrava em contato com Tommy.

- Ola senhor Vercetti! Aqui quem fala é Magnolia. Preciso conversar com o senhor sobre a sociedade das cargas exóticas. É seguro falarmos por telefone?

- Olá Magnólia, tenho ouvido falar muito de você ultimamente. Poderíamos nos encontrar no Clube Malibu para falarmos de negócios?


      Caso Magnólia aceite e vá até o clube, descobrirá que é um dos locais mais badalados da cidade, onde até mesmo celebridades hollywoodianas costumavam frequentar. Ao chegar, ela é abordado por um segurança que diz que Tommy a esperava em sua sala particular no segundo andar. O clube, ao que tudo indicava, era um dos seus empreendimentos.




Miami By Night - Página 3 Malibu_club_naktinis_klubas_vilnius_vilniusbynight-3


      No segundo andar, em uma sala reservada com uma vista onde podia ver tudo o que ocorria na parte de baixo do clube, estava Tommy, sentado em uma confortável poltrona, de pernas cruzadas, bebendo uma taça de vitae. Ele a convidava para sentar-se em uma poltrona de frente para ele e lhe oferecia uma taça.

- Então, não gosto de falar sobre negócios ao telefone, mas sobre o que exatamente pretendia discutir?

- Estava a pensar se o senhor poderia me ajudar com uma informação importante. Eu gostaria de saber se o senhor tem pistas de que tipo de negócios os setitas estão mantendo em Miami e se o senhor já descobriu algum reduto desses culebras. A mesma pergunta faço em relação ao Sabbath. Acredito que eles estão agindo em New Haiti e New Havana. Mas se eu tivesse informações mais precisas agilizaria o trabalho de localizá-los. Como eu disse, senhor Vercetti, nossa relação pode ser muito mais do que uma relação comercial. Eu entrarei nessa guerra ao seu lado em breve.

- Ora, vejo que não sou o único a fazer o dever de casa por aqui! Bem, atualmente tenho andado muito ocupado, mas meus distribuidores de drogas das ruas me informaram sobre uma nova gangue atuando em Little Havana. Até aí nada de novo, mas esta gangue na verdade é também uma espécie de culto. Já ouviu falar nos Rasfatari? Um estranho culto vindo da Jamaica. Estes tais rastafari passaram a traficar drogas em Little Havana, território controlado por uma gangue com a qual possuo negócios. Entenda, ninguém pode vender drogas na cidade sem me pagar o devido tributo, e estes tais rastafari andaram quebrando o código e entraram em conflito com os cubanos que trabalham comigo. Nos próximos dias precisarei fazer uma viagem a negócios e por isso não tenho muito tempo de resolver o problema agora, mas muitos fatores me levam a crer que este novo culto/gangue é mais perigoso do que aparenta!



OFF: Como muitas coisas estão acontecendo simultaneamente, mais um novo salto temporal de ao menos uma semana aconteceu para que houvesse tempo de pelo menos alguns dos fatos ocorridos nas últimas postagens pudessem se desenrolar.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Sab Fev 09, 2019 4:01 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10


Hoover parecia estar tento dificuldades para conseguir informações em Cuba. Magnólia sente um pouco de frustração, afinal localizar os lobisomens de uma forma segura se mostrava bastante complicada. Por outro lado ela tinha certeza que se andasse na zona rural à noite com certeza logo poderia topar com um deles, mas... provavelmente seria seu fim. Ela quase ficava sem ar só de imaginar, mesmo que não precisasse mais respirar. Talvez a sensação psicológica....

“- Se Hoover continuar tendo dificuldades terei que ir pessoalmente a Cuba.”

Enquanto isso, no dia a dia Magnólia resumia seus encontros com Jackson apenas aos negócios e apenas o suficiente para alimentá-lo, evitando exposição em público com o deputado.

O ex policial conseguia progresso no caso de Little Havana. Logo que ele informava à vampira o que havia descobrido, a Toreador dava orientações para ele parar por aí. Já era o suficiente por hora. Ele não podia chamar atenção da família Romero sem que Magnólia estivesse pronta para agir. Por hora apenas manteria a informação.

- Gilbert, obrigado pelo trabalho. Por hora é só. Não se aproxime da funerária e deixe o caso parado por enquanto. Quero te pedir outro favor. Você é um ex policial, veja se consegue uma nova identidade para mim. Você deve conhecer alguém que trabalhou na parte de documentos da delegacia ou talvez um criminoso que foi preso por falsificação de documentos, ou até mesmo algum que não tenha sido preso...  Ah, outra coisa. Preciso que você dê um novo trabalho a este detetive. Entregue uma foto minha a ele e veja se ele consegue encontrar outra mulher idêntica a mim. Eu quero uma sósia. Se ele não conseguir, dispense-o, pague pelo trabalho e eu tentarei de outra forma. Obrigada!

Finalmente a portuguesa se encontraria com Tomy novamente. Logo que ele falava o nome do clube ela se lembrava que Mercedes a havia convidado para ir ao Malibu naquela noite do iate. A vampira segue em seu carro para o Malibu e logo que entra na boate se apega à energia do lugar....
Aaaah, os anos 90! A música, o lugar, as pessoas, as luzes... A batida do som! A noite estava viva e convidava Magnólia para curtir a dança. Seu corpo para se mexer sozinho conforme a música. Ela caminhava na direção em que Tomy estava, mas até chegar lá atravessava a pista de dança em meio ao público no ritmo da música. Precisou fazer um enorme esforço para não procrastinar e entrar logo de vez na dança, afinal se não fosse um encontro tão importante ela ficaria ali mesmo.

Assim que estava no andar de cima ela caminhava na direção do Giovanni, ainda fazendo movimentos sincronizados da dança da música que tocava, sorrindo, como se fosse uma adolescente. Sua caminhada dançante terminava na mesa do anfitrião, onde ela aceitava a taça de vitae e finalmente tinha que conter seu corpo para tratar dos negócios.

- Ora, vejo que não sou o único a fazer o dever de casa por aqui! Bem, atualmente tenho andado muito ocupado, mas meus distribuidores de drogas das ruas me informaram sobre uma nova gangue atuando em Little Havana. (...)
Magnolia ouvia com atenção as informações que o Giovanni lhe fornecia e fazia suas notas mentais.

“- Este homem é mesmo muito poderoso. Tive sorte de ter iniciado uma aliança com ele... Bom, então será que este culto tem alguma ligação com a família Romero?”

- Obrigado pelas informações, senhor Vercetti. Talvez gostaria de saber que eu descobri que os desaparecimentos de indigentes recentes em Little Havana estão relacionados com uma tal de família Romero. Tudo indica que eles estão disfarçados em uma funerária naquele bairro. O senhor acredita que este culto tenha alguma ligação com a família Romero? Ou seriam justamente dois casos distintos, talvez um o Sabbath e o outro os setitas... Mas no mesmo bairro? Difícil de acreditar! Ou estão trabalhando juntos ou travando uma guerra por território.
Ela esperava a resposta de Tommy enquanto bebia mais uma boa dose da vitae. Seus pensamentos estavam confusos se compartilhava ou não as suas intenções sobre os lupinos com o vampiro. Ele poderia não ver aquilo com bons olhos. Por outro lado poderia talvez ter alguma informação que realmente ajudasse, afinal ele parecia ser um vampiro bem mais velho do que ela.
- Senhor Vercetti... por favor não me julgue precipitadamente. Mas eu estou tentando descobrir informações sobre os lobisomens. No entanto estas informações estão difíceis de se obter. É como procurar agulhas em um palheiro. O senhor poderia me dizer o que sabe sobre eles? Tem relatos de homens crocodilos aqui na região da Flórida... Conheceria alguém que estuda essas feras e que talvez poderia até localizá-los?
Ela aguardava a resposta com muita curiosidade em seus olhos.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Sab Fev 09, 2019 7:48 pm

MAGNÓLIA

OFF: Na verdade, os desaparecimentos e a funerária da família Romero ficam em Little Haiti e as guerras de gangues cubanas e jamaicanas estão acontecendo em Little Havana, mas como os nomes são parecidos, é normal se confundir.

      Enquanto Magnólia passava a semana dando entrevistas e evitando ser novamente vista com o deputado Jackson, Hoover estava tendo alguns problemas na ilha dos irmãos Castro. Caso ela demorasse em demasia, a própria Toreador teria de dar conta do recado.

      O investigador particular fez um bom trabalho e conseguiu uma boa pista dos responsáveis pelos desaparecimentos em Little Haiti, mas por enquanto parava por aí, seja para não levantar suspeitas ou manter a segurança de seu serviçal.

      Sua busca por lupinos a indicava alguns locais pouco precisos, e investigar pessoalmente era praticamente um atestado de óbito.

      os negócios de transporte para a Colômbia estavam indo bem e o primeiro carregamento de produtos e especiarias (que no fundo não passavam de uma máscara para o verdadeiro produto, o ouro branco) foi um sucesso. Se tudo seguisse bem, os lucros de sua empresa aumentariam consideravelmente.

      Mag então, opta por entrar em contato com Vercetti. Ele não desejava falar sobre trabalho ao telefone e combinava de encontrá-la no Clube Malibu.



***





      Magnólia se entrega completamente ao clima do local. O som, a nostalgia, o sentimento de quando era uma mortal, a excitação das pessoas. Seus sentidos captavam cada batida, cada odor, desde cigarro, champanhe, até suor e hormônios sexuais. Ela se deixa levar completamente, seguindo o ritmo da música. Todos os presentes estavam conectados, pessoas distintas com vidas distintas, mas a música ligava a todos. Eram momentos como este que faziam a vida e a não-vida valerem a pena. Seus corpo se conecta à atmosfera local, cada toque gerava um novo movimento, isso era arte, a mais pura e bela que poderia existir. Oh, isso era tão magnífico, tão sublime, tão perfeito, tão...

      A Toreador era tirada de seu transe pelo segurança que a avisa que Tommy a esperava no segundo andar. Foi preciso muito esforço para seguir adiante e não olhar para trás. Magnólia sobe as escadas no ritmo da música que tocava, com um sorriso jovial no rosto. Nada a fazia sentir-se mais "viva" do que isso. Infelizmente precisaria tratar de negócios antes de entregar-se aos prazeres mundanos do clube.


***



- Família Romero hein, não sei exatamente de quem se tratam, mas este sobrenome não me é estranho. Eu lhe agradeço pelo interesse na causa, ainda mais pelo fato de eu ter que me ausentar por tempo indeterminado, então gostaria de retribuir o favor! - Então pegava uma caneta e um papel, anotava algo e lhe entregava.

- Este é o telefone e endereço de Umberto Robina, líder da gangue cubana "Los Cabrones" que vende minhas drogas nas ruas de Miami. Pode pedir ajuda a eles. Diga que me conhece e irão aceitá-la!


Rian escreveu:
- Senhor Vercetti... por favor não me julgue precipitadamente. Mas eu estou tentando descobrir informações sobre os lobisomens. No entanto estas informações estão difíceis de se obter. É como procurar agulhas em um palheiro. O senhor poderia me dizer o que sabe sobre eles? Tem relatos de homens crocodilos aqui na região da Flórida... Conheceria alguém que estuda essas feras e que talvez poderia até localizá-los?
Ela aguardava a resposta com muita curiosidade em seus olhos.

      Ao mencionar a palavra "lobisomens", Magnólia viu pela primeira vez a expressão inabalável do rosto de Tommy mudar por uma fração de segundos.

- Lobisomens? Você quer dizer os tais lupinos?- Então sua ele parecia voltar ao normal e até dava um leve sorriso - Parece que você realmente gosta de viver perigosamente, não é?! Não querendo me intrometer em seus assuntos, mas qual interesse você teria nestas criaturas? Apenas por curiosidade.

- Não, na verdade, nunca tive o azar de me deparar com uma destas criaturas, mas já ouvi histórias sobre eles. Monstros incontroláveis, selvagens e com um ódio irracional contra a nossa espécie. Nunca me interessei em "caçar" uma destas criaturas, até por que, segundo relatos, muitos membros que tentaram fazê-lo acabaram se convertendo de caçadores à caça, logo, sei apenas o básico. Eles costumam ser encontrados em regiões selvagens, e estas não são minha praia! Sobre homens-crocodilo... bem, excluindo filmes de terror B e alguma ou outra lenda urbana para assustar crianças, creio que seja a primeira vez que ouço tal palavra! Lamento não ser de muita utilidade neste assunto, mas lhe faço um adendo, tome muito cuidado com o campo em que está adentrando. Já pude perceber que você é muito astuta no meio social, mas para lidar com criaturas selvagens é preciso pensar como elas!
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Seg Fev 11, 2019 12:22 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10

Magnólia aceitava o pedaço de papel dado por Tomy enquanto, perdida em seus pensamentos, lia em voz alta para si mesmo... – Umberto Robina... Los Cabrones...
Seu olhavar voltava-se novamente ao vampiro e então ela agradecia enquanto guardava a anotação em uma bolsa de alça que carregava consigo. – Muito obrigada pela ajuda, senhor Vercetti!

- Lobisomens? Você quer dizer os tais lupinos?- Então sua ele parecia voltar ao normal e até dava um leve sorriso - Parece que você realmente gosta de viver perigosamente, não é?! Não querendo me intrometer em seus assuntos, mas qual interesse você teria nestas criaturas? Apenas por curiosidade.
A mudança na expressão de Tomy por um segundo só reforçava o qual perigosa e ousada era aquela sua ideia. Magnólia dava um sorriso tímido e sem graça com a pergunta do Giovani.
- Eu posso até estar errada. Mas acredito que eles devam lutar por alguma causa, assim como nós. Pelo que soube até agora eles parecem ter alguma ligação com o povo nativo, que foi massacrado pela chegada dos europeus. Então se eu estiver certa, talvez eles tenham algum interesse em preservar suas raízes, seus valores, cultura e território. Então..
Finalmente Magnólia revelava sua ideia para outra pessoa que não fosse ela própria. – Eu pensei que talvez se eu poderia conseguir um acordo com essas feras. Acredito que com o nosso deputado Jackson seja possível aprovar uma lei desapropriando alguns hectares de terras de algumas propriedades rurais que não sejam produtivas aqui na Flórida e demarcar uma reserva indígena natural, fazendo um reflorestamento. Quem sabe, em troca não poderíamos pedir que essas feras fizessem uma caçadas em Little Havana e Little Haiti?!
Ela soltava um sorriso macabro, como se estivesse imaginando o Sabbá e os Seguidores de Set sendo atacados por lupinos e então com um olhar malicioso indagava Tomy. – O que o senhor acha? A opinião do senhor é muito válida para mim, afinal como deve saber eu tenho muito menos experiência de vida do que o senhor Vercetti...

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Seg Fev 11, 2019 5:04 pm


MAGNÓLIA



Mag: - Eu posso até estar errada. Mas acredito que eles devam lutar por alguma causa, assim como nós. Pelo que soube até agora eles parecem ter alguma ligação com o povo nativo, que foi massacrado pela chegada dos europeus. Então se eu estiver certa, talvez eles tenham algum interesse em preservar suas raízes, seus valores, cultura e território. Então..

Tommy escutava com atenção, os olhos semi-cerrados, como que pensando enquanto ouvia.

Mag: – Eu pensei que talvez se eu poderia conseguir um acordo com essas feras. Acredito que com o nosso deputado Jackson seja possível aprovar uma lei desapropriando alguns hectares de terras de algumas propriedades rurais que não sejam produtivas aqui na Flórida e demarcar uma reserva indígena natural, fazendo um reflorestamento. Quem sabe, em troca não poderíamos pedir que essas feras fizessem uma caçadas em Little Havana e Little Haiti?!

Mag: – O que o senhor acha? A opinião do senhor é muito válida para mim, afinal como deve saber eu tenho muito menos experiência de vida do que o senhor Vercetti...

Agora, Tommy fechava os olhos e tocava o queixo com uma mão. Por fim, ele abria os olhos e se dirigia para a Toreador à sua frente.

- Realmente, você possui visão. É uma estratégia e tanto, tenho de tirar meu chapéu, e caso alguém consiga o apoio, ou ao menos direcionar a fúria destas criaturas contra nossos inimigos, será uma força a ser realmente temida! Apenas acrescento algo. Tenha sempre um plano B. Caso estas criaturas por alguma razão, resolvam se virar contra você, estude suas fraquezas e formas de lidar com eles! No mais, é um plano ousado, formulado por uma mente brilhante. Sinto orgulho de ter alguém como você para cuidar da cidade enquanto eu estiver fora!

Então Tommy sorria e levantava sua taça de vitae de forma a fazer um brinde.

- À Miami, ao fim de nossos inimigos, e ao início de uma bela amizade. Me lembre de convidá-la para jantar quando eu retornar, carina donna!
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Seg Fev 11, 2019 9:19 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10
- Realmente, você possui visão. É uma estratégia e tanto, tenho de tirar meu chapéu, e caso alguém consiga o apoio, ou ao menos direcionar a fúria destas criaturas contra nossos inimigos, será uma força a ser realmente temida! Apenas acrescento algo. Tenha sempre um plano B. Caso estas criaturas por alguma razão, resolvam se virar contra você, estude suas fraquezas e formas de lidar com eles! No mais, é um plano ousado, formulado por uma mente brilhante. Sinto orgulho de ter alguém como você para cuidar da cidade enquanto eu estiver fora!

O ego de Magnólia se inflava com o elogio de Tomy. Ela estava cheia de si agora. O sorriso surgia em sua face, triunfante e seus olhos ficavam radiantes. Afinal, não era um elogio de uma pessoa qualquer, por Deus! Aquele era Tomy Vercetti, o vampiro que controlava Miami! E o que era aquilo? Ele deixaria Miami em suas mãos enquanto estivesse fora?! Chegara sem conhecer nada na cidade e logo já estava a dividir o poder com aquele homem! Aos poucos a empolgação passava e a razão se reestabelecia. Seu semblante ficava sério e ela analisava um ponto importante proposto pelo Giovani.

“- Foi muito produtivo pedir a opinião de Tomy. Eu sozinha não tinha cogitado essa possibilidade das feras se voltarem contra mim. Estava tão focada em descobrir e conseguir o apoio dos lobos que esqueci completamente desta possibilidade. Até lá pensarei em neste plano B. Uma coisa de cada vez... afinal, não consegui nem o primordial ainda, que é localizar estas bestas.”

Magnólia era puxada de volta de seus pensamentos quando Tomy propunha o brinde. Ela levantava sua taça, concordava com as palavras ditas pelo Giovani e brindava com o vampiro saboreando cada gota do conteúdo da taça.
- Está feito! Quando chegares jantaremos juntos. Eu não sei para onde tu vais e não me acho no direito de fazer este tipo de pergunta, mas ficarás quanto tempo fora? Espero que quando retornar eu já esteja com o plano mais adiantado.
Se o encontro terminasse ali Magnólia iria ligar para Hoover e checar como estava o progresso em Cuba. Caso ela estivesse tendo dificuldade iria decolar em seu avião particular imediatamente para a ilha juntamente com seus homens.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Ter Fev 12, 2019 11:12 am


MAGNÓLIA


Se ainda fosse mortal, seu rosto provavelmente estaria corado. Era encantador receber elogios como este do vampiro mais poderoso da cidade, e mais ainda este considerar deixar a cidade em suas mãos até que voltasse. Ela, uma quase desconhecida que havia chegado na cidade há apenas algumas semanas e havia conversado com ele pessoalmente apenas duas vezes.

Mag: - Está feito! Quando chegares jantaremos juntos. Eu não sei para onde tu vais e não me acho no direito de fazer este tipo de pergunta, mas ficarás quanto tempo fora? Espero que quando retornar eu já esteja com o plano mais adiantado.

- Infelizmente também não sei quanto tempo permanecerei fora, é um trabalho para la famíglia, mas aquece meu coração morto saber que alguém como você estará tomando conta de Miami enquanto eu estiver longe. Assim também espero! - Então brindavam uma última vez.


***


Magnólia estava à caminho de casa e ligava para Hoover, na esperança de ter novidades.

- Olá, senhora. Consegui obter alguns avanços. Após subornar alguns guardas, consegui acesso a uma pequena vila onde existem diversos residentes que possuem sangue indígena Calunga. Inicialmente eles foram pouco amistosos e não quiseram conversar, até que eu mencionei o programa que vpcê pretende fazer de demarcação de terras indígenas nos EUA. Eles ficaram bastante interessados em saírem da ilha, embora talvez hajam problemas legais em transportá-los para os EUA. Conversando com um deles, parece que apesar de terem abandonado seus modos de vida, foram ensinados nos costumes de sua tribo quando ainda eram pequenos e conhecem muito das antigas crenças e costumes tradicionais dos Calunga. Porém, caso deseje falar pessoalmente com um deles, acredito que seria mais fácil você mesma vir até aqui do que trazer um deles até Miami. As coisas são muito rígidas por aqui e Fidel possui grande controle sobre quem entra e sai da ilha.


Ao chegar em sua residência, Magnólia é abordada por alguns paparazzi, que tentam fotografá-la e fazer perguntas.

- Magnólia, poderia nos dar uma entrevista?

- Magnólia, é verdade o que foi publicado no jornal de ontem? Você é mesmo uma filha bastarda?



OFF::
Caso procure saber sobre o que o último paparazzi estava falando, descobrirá sobre uma matéria publicada em um jornal local durante a manhã, como um testo intitulado: "Uma Família de Gold Digger$" onde citava que a mãe de Magnólia teve um caso extra conjugal com um amante durante o início de seu casamento, sem o conhecimento de seu marido, e que talvez a paternidade de Magnólia possa estar equivocada, o que significa que ela não deveria ser a herdeira legal da empresa de seu pai. Além disso, cita que Magnólia foi vista por algumas vezes em companhia do deputado Jackson, que recentemente foi alvo de muitos escândalos envolvendo supostas amantes e que talvez Magnólia esteja seguindo os passos da mãe.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 2:30 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10

Após uma noite promissora Magnólia recebia notícias de Hoover.
“- Hmmm parece que finalmente as coisas estão encaminhando. Mas terei que ir pessoalmente a Cuba.”
Logo que chegava à sua residência a vampira era assediada por paparazzis
Magnólia, poderia nos dar uma entrevista?
- Sim, claro... ela respondia.
- Magnólia, é verdade o que foi publicado no jornal de ontem? Você é mesmo uma filha bastarda?
- Pensando bem... eu não estou muito afim de entrevista agora. Agradeçam ao nobre colega de vocês que parece ter um gosto por fake News. presença 1 Afirmava a vampira tentando voltar os outros jornalistas contra aquele paparazzi indescente enquanto entrava e se trancava em sua casa.
Assim que entra ela aciona o comando de cortinas para evitar ser fotografada dentro de sua própria residência. Sozinha no quarto ela soca um espelho em raiva do paparazzi após descobrir o que ele havia publicado.
- Filho de uma puta! Bradava ela.
Em seguida ela liga para Gilbert:
- Gilbert, não conseguiu a identidade que eu te pedi? Outra coisa... quando à nossa sósia? Teve algum progresso?
Ao desligar o celular ela abria o notebook sem muita esperança enquanto jogava no google imagens: “morena clara olhos claros”. Vai que ela tivesse mais sorte que o próprio detetive.
- Às vezes acho que eu deveria parar de delegar essas tarefas. Mas poxa! Eu sou uma só! E preciso resolver muitas coisas. Dizia ela conversando sozinha. – Agora mais essa... O que será que esse jornalista filho de uma figa quer? Seja lá o que for, eu vou fechar esse jornaleco meia boca!
Assim que terminasse de pesquisar sobre mulheres parecidas com si mesma, a vampira inseria um novo anúncio de contratação em um classificados online:
“contrata-se jovens talentos com exímia habilidade em informática, segurança de redes e proteção e dados.” Usaria o mesmo email para contato que usou para contratar seus seguranças. Faria uma pré-seleção online e marcaria com um ou dois contatos em um cybercafé que ela acreditasse possuírem as habilidades de um hacker.
Em seguida juntava seus pertences e ligava para John Sawyer e Fernando Gonzales: - Preparem suas malas. Vamos para Cuba em 2 horas. Quanto a Gilbert, ele ficará responsável pela segurança da minha casa.
A vampira daria orientações para Hoover lhe esperar no aeroporto bem como orientaria seus carniçais a manter o avião parado no hangar e só chamarem por Magnólia à noite, caso eles chegassem durante o dia.

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Heathcliff em Ter Fev 12, 2019 7:47 pm

MAGNÓLIA



      A pergunta do paparazzi a deixava profundamente furiosa, mas ela conseguia se controlar e tentava virar o jogo contra ele.


Presença nível 1: fascínio:
Carisma + Performance diff 7:
3 dados: 6,1,2 = 0 sucessos.

      Talvez por seu estado alterado ou por algum motivo qualquer, ela não conseguia obter êxito e os fotógrafos continuavam fazendo perguntas. Por fim ela opta por ir para casa.

      Sua fúria aumentava ainda mais quando lia a notícia publicado por um jornaleco querendo cavalgar em sua popularidade e enterrar mais uma celebridade. Isso daria um bom processo, mas por hora ela tinha outros interesses, então entrava em contato com Gilbert.

Mag: - Gilbert, não conseguiu a identidade que eu te pedi? Outra coisa... quando à nossa sósia? Teve algum progresso?

- Olá, chefe. Sim, já estou inclusive com sua identidade aqui. Quanto à sua sósia, acredito ter encontrado a pessoa perfeita. Isabel Ferreira, uma modelo de ascendência portuguesa, ela seria perfeita! Dê-me algumas horas e mandarei notícias!

OFF: caso deseje continuar procurando sósias na internet, ou decidir pesquisar sobre Isabel ferreira, descobrirá que ela realmente possui grande semelhança com ela. Trata-se de uma modelo brasileira, descendente de portugueses (assim como Magnólia), que atualmente residia na Flórida, não muito longe de Miami.      

      Por fim, magnólia colocava em seu site um anúncio de contratação de algum hacker.



***


      Mais algumas noites se passam e Magnólia entra em contato com sua pretensa a sósia. (OFF: pode descrever qual será o tipo de relação entre elas e o que Magnólia diz à sua sósia). Como era de se imaginar, várias pessoas se inscreveram em seu novo anúncio. Após uma pré seleção, ela escolhe os dois que considerou mais promissores.



Charlie Slater:

Miami By Night - Página 3 Jdhs17

23 anos: Técnico de TI que já trabalhou em diversas empresas para prevenir ataques cibernéticos.


Rami Anderson:

Miami By Night - Página 3 Elliott

21 anos: Engenheiro de software de uma subsidiária de um grande conglomerado intitulado "Pentex". Possui alguma forma de autismo leve mas isso parece não interferir em suas habilidades.


      Finalmente, magnólia faz os preparativos para viajar até Cuba com John Sawyer e Fernando Gonzales, enquanto deixava Gilbert tomando conta da segurança.
Heathcliff
Heathcliff

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 48

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Rian em Ter Fev 12, 2019 10:00 pm

Miami By Night - Página 3 Sem_tz10

Magnólia era obrigada a enfurnar-se em sua casa amargando uma derrota para aquele sujeito metido a jornalista, afinal não dá pra se vencer todas as batalhas. Finalmente Gilbert mostrava um progresso, quando ela já estava pensando em resolver o assunto pessoalmente. Se havia já encontrado uma pessoa não haveria necessidade de ela mesma continuar procurando.

Algumas noites depois ela conseguia entrar em contato com Isabel Ferreira e então, marcava um encontro reservado com a modelo em um iate onde estariam apenas as duas e os homens da vampira. Ela queria certificar-se da semelhança ao vivo. Caso ela fosse realmente muito parecida e, talvez com uma intervenção em cirurgia plástica na mortal elas ficassem quase 100% idênticas, Magnólia faria uma proposta:

- Querida Isabela, se eu dissesse para você largar sua carreira de modelo, estaria disposta a fazê-lo? Acredito que a resposta para esta pergunta não seja sim ou não... A vampira servia um vinho para si e para a modelo e depois, segurando a taça, encarava o mar negro da noite através do parapeito do iate. Seus olhos pareciam contemplar a luz da lua que era refletida na água. Ela então continuava: - Acredito que a resposta, na verdade, seja outra pergunta... Quanto ou o que você quer para largar sua carreira de modelo e trabalhar para mim?
--
Logo após terminar com Isabella, Magnólia vai até o CyberCafé onde tinha marcado a entrevista com os candidatos a hacker.
- Muito bem, Charlie e Rami. Eu sou...(aqui ela se apresentava com a identidade falsa entregue por seu carniçal). Eu não quero saber se vocês vão trabalhar em equipe ou separados. Eu quero apenas que façam uma coisa. A vampira pegava o tabloide que havia publicado a notícia sobre ela mostrava aos dois e então continuava: - Eu quero que descubram tudo sobre esse jornalista, nome, idade, se é gay, se tem amantes, se já fraldou o imposto de renda e até a cor da cueca dele. Preciso de informações que mostram atividades ilícitas, ilegais ou pelo menos imorais. Enquanto apuram estas informações verifiquem por favor se o jornal tem uma versão online e, se tiver, que vocês invadam o site e comecem a publicar notícias declaradamente fakes ou muito duvidosas... como “a terra é quadrada”, “Governo dos USA mantem contato com extraterrestres”, entre outras coisas que colocariam qualquer jornal em descrédito. - Outra coisa importante. Quero que vocês roubem a senha do email dele e descubram como ele obteve informações sobre Magnólia ou se inventou as notícias que publicou sobre ela.
--
Já em Cuba, a vampira encontrava Hoover e dizia: - Me leve até os nativos que você descobriu!

_________________
Miami By Night - Página 3 1427kuf               Miami By Night - Página 3 Rian_ouro            Miami By Night - Página 3 Rian_prata
Rian
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 35
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Miami By Night - Página 3 Empty Re: Miami By Night

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum