Sombras e Pesadelos

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ir em baixo

Re: Sombras e Pesadelos

Mensagem por Ghost em Sab Nov 03, 2018 1:24 am

Tudo o que eu consigo pensar é em Ophelia, me perguntando com estaria sua integridade física. Observo todo aquele lugar, tentando mostrar um misto de curiosidade e nervosismo, até me voltar para o Príncipe, quando este se dirige a mim. Tento esboçar um sorriso descontraído e confiante:
-Bom, pelo menos teve a gentileza de me convidar, não é mesmo? Boa noite, Alteza. Perdoe-me ser tão direto, mas, o que deseja de mim, senhor?
avatar
Ghost

Data de inscrição : 29/07/2017
Idade : 21
Localização : Balneário Camboriú - SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras e Pesadelos

Mensagem por Crowley em Sab Nov 03, 2018 2:04 am

A noite de terro estava apenas no início, o sombrio via-se no meio daquele inferno provocado por alguém que continha o segredo de seu clã e isso era vergonhoso para o mesmo. O sombrio queria dar o fora do local antes que os federais chegassem e deixassem as coisas  mais caóticas, mas antes ele tentava levar mais alguém além dos dois pedaços de carne que carregava no momento, então ia para a casa da qual o Miles havia sido arremessado momentos atrás, o sombrio adentrava a casa, via vultos no andar de cima após chamar por Miles, o sombrio subia as escadas sorrateiramente mais ao chegar no local o vulto que era de um homem com um dos olhos vermelhos desaparecia e agora ficava apenas os dois guardiões naquele local, o sombrio sabia que aquela manifestação todas se tratava de alguém muito poderoso, talvez um antediluviano ou de suas crias os matusaléns, mas por hora o sombrio só pensava em se reagrupar e dar o fora do local, mas durante esse flash de acontecimentos era indagado por Miles que estava no mesmo o local, o sombrio estava com um olhar distante antes disso mas Miles tinha sua atenção...

Miles- - Então acabou?! Quem sobrou além de nós? Presumo que a criatura tenha desaparecido.

-- Por horar acredito que sim. Temos mais dois de nós lá na entrada perto da caminhonete. Sim, ela se foi, fez seu papel, destruiu, separou e retardou nossos planos! - Dizia o sombrio colocando sua katana de volta na bainha e fazendo com que suas sombras de acalmassem e voltassem para dentro de seu sobretudo.

Miles- E o que realmente aconteceu com o Bispo? Você disse que ele foi atacado.

-- Uma longa história, venha, lhe conto no caminho. Precisamos ir antes que os federais cheguem nesse lugar. – Diz o sombrio voltando a descer as escadas, no caminho procurava chaves de carro e ia em direção a caminhonete.

(OFF: presumindo que Miles o siga, ele continua)

-- Há muito mais em jogo nessa história- Dizia Crowley parado olhando para as duas imortais em torpor.
O sombrio pegar os corpos e os colocavas dentro da caminhonete, caso não tivesse as chaves iria usava suas habilidades para fazer uma ligação direta. Durante esse processo ele explicava algumas coisas a Miles...

--Não se sabe o que houve de verdade com o Bispo, pois assim que tivemos aquela nossa conversa no salão, lembra? Então em seguida fui até os aposentos do Bispo e chegando próximo vi a porta aberta coisa que o incomodava, achei estanho, mas ao entrar me deparei com Lucy no chão, ferida e confusa com se alguém tivesse entrado em sua mente, o vento soprava pela janela então vi o vulto no jardim e pulei, onde me deparei entre você e aquela criatura.

--O demônio voador aí- dizia o sombrio no momento que colocava o corpo da paladina no carro. – Acredito que seja uma paladina também e ao ver a mesma cena que presencie perdeu o controle e atacou todos nós, estava descontrolada argumentar não seria possível, eu mesmo quase perdi o controle e todo o resto você presenciou.
Logo em seguida ele dava a partida no carro e virava para Miles...

--Precisamos rever os próximos passos, mas por hora tudo o que podemos fazer é se reagrupar no Diocese em Gary, o Templo dos Murmúrios eternos.

-- Vamos? Assim no caminho poderá me contar o que aconteceu no salão e como você foi parar no jardim? E já estava esquecendo quem lhe deu a adaga de osso?
avatar
Crowley

Data de inscrição : 02/12/2010
Idade : 28
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras e Pesadelos

Mensagem por Fox em Sab Nov 03, 2018 2:52 am

Miles já imaginava que todos os Sabá restantes haviam dispersado. Reuni-los uma vez já foi difícil, faze-lo de novo iria ser praticamente impossível. Se o objetivo do ser sombrio era atrapalhar os planos da Espada de Caim, ele realmente fez um ótimo trabalho. Os dois Lasombra descem pelas escadas para sair da casa. Miles continua atento, observando os arredores para não ser surpreendido por outra aparição repentina. Ao chegar no veículo, eles continuam o diálogo.

"..."

- Vamos? Assim no caminho poderá me contar o que aconteceu no salão e como você foi parar no jardim? E já estava esquecendo quem lhe deu a adaga de osso?

- Ah, então você viu a adaga?! - fala Miles, entrando no carro e mostrando o item por baixo de sua jaqueta - Ela simplesmente apareceu na minha frente, segurada por sombras. Peguei por instinto logo após uma briga começar entre os bandos no salão. Depois disso, avistei o intruso no jardim e o segui. O resto você já sabe.

- Eu vi como você ficou ao atacar com a adaga. Sorte que recuperou o controle. Como conseguiu a sua?

Miles faz uma pausa para colocar os pensamentos em ordem e, então, mudar de assunto.

- Na pior das hipóteses, o Bispo teve seu fim e não sabemos como. Nossa melhor chance é sua companheira despertar e lembrar do que aconteceu. Apesar de não resolver o problema, isso pode nos ajudar a decidir o que fazer depois. Se não der certo... bem, vai ser um problema. Você conhece esse templo para onde estamos indo e quem é responsável?

_________________
Conheça seus propósitos, lute suas batalhas. Arme-se e prepare-se, pois as noites de outrora são brandas comparadas às que estão para chegar.
avatar
Fox

Data de inscrição : 10/03/2010
Idade : 24
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras e Pesadelos

Mensagem por Crowley em Sab Nov 03, 2018 9:18 pm

A noite estava sendo um desastre, mas nem tudo estava perdido, ainda havia esperança para a tomada daquela cidade, mas acreditava que por hora seria mais sábio deixar os federais enfraquecer a seita rival, isso daria tempo para um novo plano.

O sombrio voltava para o carro, Miles vinha logo atrás com a guarda alta, não queria ser pego de surpresa, já Crowley estava com a mente em outro lugar, precisava contatar outros membros para informa o ocorrido e talvez o templo dos Murmúrios fosse o próximo alvo.

Ao chegar no carro o sombrio contava tudo a Miles como havia prometido e ambos mantem o dialogo enquanto o sombrio fazia os preparativos para a fuga, o sombrio comentava sobre a adaga então Miles diz:

Miles- - Ah, então você viu a adaga?! - Falava Miles, entrando no carro e mostrando o item por baixo de sua jaqueta - Ela simplesmente apareceu na minha frente, segurada por sombras. Peguei por instinto logo após uma briga começar entre os bandos no salão. Depois disso, avistei o intruso no jardim e o segui. O resto você já sabe.

--Eu me fiz muitas perguntas quanto a isso no caminho para o escritório do Bispo, por hora pensava que estava sacando a arma contra minha pessoa mas vi que ela lhe foi entregue como se estivesse sendo oferecida e não quando estamos usando nossas sombras para sacarmos as armas...

Então o sombrio tentava dar a partida no veículo enquanto Miles prosseguia...

Miles - Eu vi como você ficou ao atacar com a adaga. Sorte que recuperou o controle. Como conseguiu a sua?

-- Nem me fala, elas cotem algo que nos controla, parece ter desejos próprios, nem pensem em usar se não estavam com suas intenções em ordem, ela pode te corromper facilmente. Ela estava no chão do escrito do Bispo ao lado do corpo catatônico de Lucy...

Miles- - Na pior das hipóteses, o Bispo teve seu fim e não sabemos como. Nossa melhor chance é sua companheira despertar e lembrar do que aconteceu. Apesar de não resolver o problema, isso pode nos ajudar a decidir o que fazer depois. Se não der certo... bem, vai ser um problema. Você conhece esse templo para onde estamos indo e quem é responsável?

--Realmente nossa melhor opção para descobrir a fundo é trazer Lucy de volta do Torpor, mas o que temos que fazer por hora é reagrupar e irmos para Templo dos Murmúrios eternos. Sim conheço, fica em uma fábrica abandonada numa área industrial  morta em Gary, o responsável pela diocese é o Bispo SuggarDog. Mas acredito que eles possam estar em perigo, se tivemos um dos antediluviano ou um de seus filhos, os famigerados Matusaléns de 4° geração em nossos sapatos estamos muitos ferrados, isso poderia fazer nossa seita regredir heras de conquistas – Terminava a frase com uma cara de muito preocupado e com olhar distante, parecendo poder ver toda essa merda que acabou de dizer, ver suas batalhas seus sacrifícios de servidão irem ralo abaixo.

Mas o sombrio não era de desistir assim tão facilmente, então ele virava para Miles...

-- Se importar de conduzir o veículo?
-- Preciso fazer uns contatos pelo caminho, vou lhe guiar para evitarmos as estradas principais e assim evitarmos os federais.

(OFF: considerando que Miles pegue o volante o sombrio prossegue)

Dando a volta para trocar de lugar o sombrio vai até o corpo de sua mentora e pega seu celular e se senta ao lado de Miles...

--Vamos dar o fora daqui!

Então o sombrio começava a vascular o celular de sua senhora sabia de um nome, um alguém que sempre esteve em contato esse era Kristen, talvez pudesse ajudar com o que estava por vir, então o sombrio quando mexia no celular ele retirava no livro de seu sobre tudo e indagava Miles.

--Temos que descobri o que essa criatura queria com os Livros do Bispo. Nesse momento ele achava o contato de Kristen, mas o que fazia se perguntar antes de ligar...

“ Por qual motivo Lucy salvaria o contato dele com M. Kristen? ”

Então ele discava o número, fazia sinal de silencio para Miles e ia apontando as direções para roda te fuga que estava em sua mente graças sua qualidade de nunca esquecer das coisas, mas então nesse momento vem um estalo em sua mente quanto o número chamava, ele se esticava para o banco de trás e olhava as mãos de sua mentora,, não sabia o certo o que procurava mas já ouviu muitos boatos sobre o que veio em sua mente...

O sombrio tinha e mente  que assim que o mesmo atendesse iria contar o ocorrido e suas suspeitas sobre um possível ataque ao templo, e que estava indo em direção ao mesmo e se ele conseguiria ajudar com algo.
avatar
Crowley

Data de inscrição : 02/12/2010
Idade : 28
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras e Pesadelos

Mensagem por @nonimous Hoje à(s) 2:44 am

Capítulo XV



Joseph Zedwards





A porta se abre revelando um pequeno grupo, na verdade três figuras entram, a primeira é uma mulher negra, usando jeans e uma camisa regata branca, seus cabelos são crespos e amarrados em um rabo de cavalo, tentando em vão prender seus cabelos selvagens e crespos. Seu rosto é fino, porém não possui delicadeza, sua boca contornada por lábios grossos se mantém inchada na parte da frente, obviamente ela está escondendo presas.

Uma vampira.



O segundo um homem oriental em um terno escuro, tatuagens no rosto de um dragão luvas negras e olhos afundados pela olheira, ele carrega um baralho de tarot nas mãos e ilumina o quarto com chamas que nascem de suas mãos e misteriosamente não queimam as cartas.



O terceiro possui porte físico atlético, boné negro, jaqueta pesada e jeans reforçado, estão com uma espécie de celular nãos mãos, a luz irradia jorrando em sua face pálida.



Segundo Homem: Alguma coisa Mike?

Terceiro: O sinal indica que ele está aqui, provavelmente está usando algum truque para se esconder, lembre se, ele é muito poderoso.

Enquanto isso a mulher se aproxima do cadáver do policial.



- É da Segunda Inquisição, parece que Zakary matou esse desgraçado, não faz muito tempo. Diz ela ao tocar o corpo do policial.



- Zakary. Grita o oriental, StJohn nos enviou, viemos pois ele tem uma oferta de paz.







Miles Keystone e Crowley.





Templo dos Murmúrios Eternos

Gary, Indiana

04:55 PM



A paisagem de Gary era de longe algo agradável, a cidade estava abandonada, ruas vazias e cheias abarrotadas de lixo, grupos mendigos enchiam as calçadas, era possível ouvir sirenes de polícia e tiros na noite, a cidade era um caos, um pesadelo urbano daqueles que fazem do Sabá um motivo maior de desespero e desolação.

A cidade era fortemente industrializada, porém a economia local quebrou, pessoas oram embora, as que ficaram se tornaram ao longo dos anos muito pobres, a miséria trouxe crimes violentos, uma cidade perfeita para o Sabá se infiltrar, exceto por gangues e funcionalismo publico não há nada em Gary.

Exceto desespero.



O templo fica em uma usina abandonada, aos arredores de uma rodovia abandonada, no caminho a dupla pode ver carros abandonadas e um ferro velho de aviões, uma cidade fantasma com mortos andantes, de longe a dupla pode ver que a única fonte de iluminação vem de tambores com chamas, um cheiro forte de sangue e ferro toma o lugar, assim que se aproximam mais um localizador é disparado, como um rochão corta o céu noturno.

A dupla é recebida por uma garota latina usando jeans e um bustiê negro tatuagens pelo corpo moreno, ela se aproxima do carro com uma espingarda, provavelmente ela quem disparou o sinalizador.



- Crowley. Diz ela acenando. - Onde está Luci? Em seguida ela coloca seu olhar sobre Miles, franze a testa desconfiada.





Jim

- Você vai saber quando te perguntarem, sentira tentado em responder com raiva ou violência, mas pondere antes. Responde categoricamente o príncipe.



- A honra é minha Senhor Jacobson, soube que além de ser cria do Gransire Clark, você sobreviveu a Alejandro " El diablo"Guarrón, Diz o Seneschal calmamente.



- Sim. diz o príncipe. Lord Stjohn James irá ratificar esse acordo, nós dois assinaremos, e uma cópia será entregue ao conselho da Primigênie local, somos tradicionalistas e ritualísticos, são praxes vampíricas necessárias, muito importantes para manutenção do poder.



- Lord James tome nota. Diz o príncipe em sua voz grave.



Nessa Noite,





O senhor Jim Jacobson, cria de Clark,cria de Adelle( in memorian) cria de James Louis Franco, cria de Haroldine ( in memorian) cria de Magnus Severanus, cria de Lord Swyan Stephenwards, cria de Carl de Viena, cria de Methos, cria de Tiamat cria de Verdatha o senhor do clã Ventrue e Marcell Giebreax, cria de Methos, cria de Tiamat cria de Verdatha, senhor do Clâ Ventrue, príncipe de Nova Orléans;;;;;;



Através desse contratus, institui acordo entre as duas partes, que visa benefícios mútuos em busca de prosperidade e segurança para a cidade de Nova Orleans, esse acordo visa fortificar a segurança da cidade através dos espólios de Magnus Severanus;;;;

Haja vista que Magnus desapareceu no evento aqui denominado Becoming, e que essa corte reconhece seu desaparecimento e Jim Jacobson e Anastazia Drukov como dignitários desses bens, que devem ser captados e entregues ao senhor Giebreax, em troca de reconhecimento e um território a ser detalhado conforme cópia da escritura em anexo.



Testemunha e lavrador



Stjames Jonh

Cria de Winner

Cria de Johann Kaspar

Cria de Cornelius Stanges

Cria de Merlinda

Cria de Tremere, protetor e fundador do clã

- Então é isso Jim. Diz o Seneschal olhando para o neófito Ventrue enquanto caminha até a mesa pegando um pouco de cera que ele derrete apenas tocando, como se chamas nascessem de sua mão, em seguida ele em um gesto com a mão entrega o contrato ao príncipe que com um anel aperta delineando a cera quente vermelha, dando um símbolo, o cetro Ventrue com as letras MG.



- Está feito! diz o príncipe. naquele ínterim Stjohn James pega uma escritura na escrivaninha do príncipe da cidade e entrega para Jim.



- Essa é a primeira parte do acordo. Diz o príncipe. A segunda virá quando você retornar com resultados necessários para lutarmos contra a influência do Inquisição no exercito americano, o que só poderá ser feito com a extensa influência de Magnus. Estamos entendidos?





Enock " Nook" McKinley



- Sabe Enock, desde minha Ascenção ao principado tenho lidado com muitos inimigos, tenho preservado Máscara, um trabalho árduo, noite pós noite, tenho também tomado ações que moralmente podem ser questionadas, mas tudo isso para manter a segurança de nosso povo. Infiltrei gente na polícia, em associações, em jornais, e em uma de minhas como posso dizer, ah....reuniões, recebi isso. O príncipe está bem distante da imagem colérica, irascível, brutal a qual ele é pintado pela maioria, fala pausadamente, fala em um tom ameno.



Nook vê algumas páginas impressas com o título vampiros entre nós, a mesma página a qual Nial Turner enviara para ele por Email,

- Parece que uma repórter freelancer está juntando material sobre nós, e em algum momento algum jornal vai comprar, já conversarmos com os principais editores, impedimos no momento a veiculação, mas ela está perturbada, parece que seu irmão morreu, um atentado poderia causar problemas maiores, e uma tal Ophelia parece acobertar essa garota. O que pode nos dizer sobre isso?






_________________
Status 01 Ancillae em ascensão
Líder Nato


" Seu tolo, entregou sua lealdade para mestres profanos, agora sinta a dor da traição, não precisar implorar por perdão, eu sou o arauto da morte, nosso clã já te julgou culpado, e pouco me importo, tudo o que sei é que você é uma ameaça, e será expurgada da pirâmide."
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras e Pesadelos

Mensagem por Zed Hoje à(s) 1:09 pm

Pontos de Sangue: 10/13
Força de Vontade: 6/7
Vitalidade: -
Efeitos ativos: + 1 Destreza


Assim que as luzes se apagavam procurava esconderijo na segurança de um armário. Ficando imóvel, apenas observando através de uma fresta o trio misterioso entrar o apartamento. “Uma vampira neguinha, um chinês mágico, um parrudinho com gadgets... ” Estereotipava-os enquanto os ouvia falar, para minha surpresa, descobrindo apenas que eles estavam à procura de meu gêmeo maligno.

Desanimadamente abria a porta do armário, me revelando e indo até um sofá qualquer, sentando antes de começar a falar, ainda naquele tom melancólico. – That's disappointing... casa errada, Mike. – Dirigia o olhar ao sujeito com o eletrônico rastreador. – Deixem-me contar pra vocês sobre como eu perdi minha virgindade... – Olhava agora para o grupo como um todo, tentando chamar a atenção deles para uma história que posteriormente poderia ter algum sentido.

- Eu ainda era mortal, invadi uma casa aleatória. Matei o marido e o filho, rendi a esposa. Depois de roubar tudo que eu queria, antes de ir embora eu achei que podia ser daora comer a coroa... Bem, ela ficava gritando o nome do marido morto e isso foi realmente broxante... Mas depois que eu quebrei a mandíbula dela foi de boa. – Coçava o queixo olhando o horizonte, refletindo sobre o conto.

- Ah sim, o ponto.... Eu não sou o Zackary e é realmente broxante quando vocês ficam confundindo a gente. Olha bem pra mim, eu pareço aquele viadinho afeminado? – Era uma semelhança que eu odiava admitir. – Podem me chamar de Zed, antes que eu esqueça. – Principalmente após o nome “Joseph Zedwards” ficar infame na Inglaterra, tinha adotado essa nova “identidade reduzida”. Não que isso realmente fosse capaz de despistar os mais informados.

- Agora, quanto a vocês.... O que caralhos vieram fazer aqui atrás do Zack? Quem são vocês? – E a última pergunta seria direcionada apenas ao cara de boné. – E esse rastreador aí? Bem interessante ele, onde eu consigo um igual? – Seria ter um meio de encontrar meus semelhantes, principalmente se podia encontrar até mesmo sinais de vampiros ofuscados por dons de sangue.

Por hora evitaria comentar sobre meu interesse em seu “contratante” e o acordo que havia feito com o monstro possuindo o corpo caído.

Assumiria a princípio que eles não iriam me atacar, mas caso algum deles resolvesse tentar algo do gênero, já tentaria responder a tempo de saltar para trás em uma acrobacia e tentar esquivar de possíveis ataques.
avatar
Zed

Data de inscrição : 08/04/2015
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras e Pesadelos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum