Et innocentiae labem - Fria alma

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir em baixo

Re: Et innocentiae labem - Fria alma

Mensagem por HaSSaM em Qua Ago 01, 2018 4:43 pm

Cada movimento dos cainitas na Jyhad tinha seus significados. Até mesmo aqueles lances sem o menor sentido, talvez essas, singelas e imperceptíveis jogadas são as que no futuro se desenrolam tramas conspiratórias tão complexas que somente uma mente morta viva era capaz de tramar, e mirabolantes estratagemas audaciosos para ficar a um passo a frente de seus inimigos, sacrificando qualquer coisa por isso. Jack aprendeu rápido aquele jogo, não era tolo. Mesmo que muito de seus rivais pensassem justamente o contrario, e alguns deles acabaram descobriram tarde demais o quão sagaz o imortal pode ser. Por isso, antes de ignorar o assunto até o momento que pudesse finalmente confronta-la sem chamar atenção, o imortal decidiu dar uma boa analisada na situação, encarando-a por tempo suficiente para ler os sinais que a mesma tentava ocultar. (Auspícios 2). Talvez ela seja apenas um peão de outrem, ou quem sabe, ela deseja fazer do pobre diabo Jack seu peão. As coisas se desenrolariam no tempo certo. Jack não tinha pressa no momento. Mas estava receoso a ponto de se manter sempre alerta.

Jack embarca no caminhão, e juntos, os 3 zarpam diretamente para Nuiqsut.  Para o desagrado de Jack o mortal não parava de falar, e para piorar, o nosferatu não tinha ainda bolado o motivo para se estar na cidade, não conhecia nada dela, e acreditava que nada ali atrairia turistas. Isso tornava as coisas mais embaraçosas, por isso decidia contornar o rumo da conversar e manter o mortal falando o quanto podia.

- Sim. Sou de Nova Iorque. Já visitou a cidade ? - Pergunta Jack fazendo esforço para parecer interessado. - Eu ainda to tentando entender o que aconteceu lá atrás. - Diz ele aflito, suspirando, um gesto puramente humano para ficar mais convincente  - Mas você já deve ter passado por situações similares, não é mesmo? -  Ele indaga o mortal - Me parece um homem experiente - E agora infla seu ego - Quantos anos é um agente federal dos correios ? - Mais perguntas para manter o mortal falando sobre si mesmo. Talvez isso mantivesse o mesmo ocupado tempo suficiente para chegarem a cidade antes que perguntasse novamente o porque estava na cidade - Serpente? - Novamente surgia a questão, e pela primeira vez, Jack ficava realmente interessado nas palavras do mortal, tinha que descobrir que culto era aquele que dominava a cidade, poderia ser um trunfo mais tarde - Engraçado, o motorista do ônibus falou a mesma coisa. O que é essa serpente? - Pergunta Jack sem forças para esconder sua curiosidade.

_________________
A ressurreição de uma lenda.

avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 26
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Et innocentiae labem - Fria alma

Mensagem por Poeta em Seg Ago 06, 2018 8:59 pm

- Onde você planeja ir? Eu preciso pegar minha mala meu material de pesquisa esta todo la!

- Claro, vamos, eu te ajudo.

Andrew aproveita o caos da situação, socorristas indo e vindo, buscando alguns materiais, deixando outros, para pegar, juntamente com Mary, as coisas que estavam no helicóptero.

- Vamos, vejo um ônibus, vejo nosso transporte finalmente!

_________________
avatar
Poeta

Data de inscrição : 20/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum